Carregando...
Você está aqui:  Home  >  Colunas  >  artigo atual

Se a moda pega…

De   /  22 de março de 2017  /  Sem comentários

    Imprimir       Email
edilso-oliveira-neves

Edilson Neves

No dia 4 de janeiro deste ano, o empresário e ex-prefeito do município de Ministro Andreazza, Neudi Persch (PTD), foi assassinado, a tiros, por uma dupla de motoqueiros. Outro assassinato impiedoso com grande repercussão aconteceu no município de Candeias do Jamari, Francisco Vicente de Souza, mais conhecido por Chico Pernambuco, foi assassinado a tiros no dia 19 de março também por motoqueiros. Chico Pernambuco era prefeito da cidade de Candeias do Jamari, a Polícia Civil de Rondônia investiga o assassinato. Em menos de três meses, Chico Pernambuco foi o segundo prefeito assassinado no estado. Ainda não sabemos a motivação do crime, se foi motivação política, ou até, mesmo, acerto de contas.

Milícias

“Parece que as autoridades rondonienses ainda não se deram conta ou não querem ver, a profissionalização do crime” nem “a importação de facções e milícias criadas em outros estados”.

Carne fraca

A Operação Carne Fraca desarticula uma organização criminosa no âmbito Ministerial agrícola do nosso país. Um esquema que envolvia fiscais na liberação de licenças e ate fiscalização irregular nos frigoríficos.

Corruptos inescrupulosos subestimando a classe produtiva do Brasil, os frigoríficos exigiam até capricho na engorda dos animais, pastagens de qualidade vacinação, etc… E agora vem à tona essa pouca vergonha, jogando por terra toda credibilidade adquirida, há anos pelos pecuaristas Brasileiros.

Picanhão

Carne Fraca suja cada vez mais o nosso nome justamente agora que o país está entrando nos eixos. Novas perspectivas a vista, com o canal de São Francisco, a privatização dos aeroportos e a queda de juros. Mas eis que depois do mensalão e petrolão, surge o picanhão. Ai vai tudo pro ralo, o mundo todo nos chamando de corruptos infecciosos.

Carne boa

Não é a “carne fraca” que suja o nosso nome lá fora. É à ganância e safadeza de alguns empresários, funcionários públicos e, principalmente classe política.
Na verdade a carne boa vai para outros países, nós é que ficamos com a carne fraca, assim como frutas e outros produtos.

Todos os alimentos

E agora, o governo além de tudo, está tentando constranger a Polícia Federal. Se o problema veio à tona foi justamente porque a Polícia Federal investigou e tem que continuar investigando não só a carne Brasileira mais todos os alimentos industrializados que quase todos são fraudados. É leite com soda caustica, café com palha, milho moído, Agrotóxicos absurdamente excessivos nas lavouras, política agrícola zero! Isso é uma VERGONHA…

Feito nas coxas

Esse país parece não ter jeito mesmo. Tudo o que é feito por aqui, é feito pelas coxas – roubalheira, corrupção, enganação, e tudo com a conivência de quem deveria cuidar da saúde humana.

Momento delicado

É lamentável que profissionais inescrupulosos e empresas mal intencionadas roubem neste momento delicado em que passa o nosso país, a esperança de milhões de brasileiros que esperam por dias melhores, ética, prosperidade,  desenvolvimento e o progresso dessa nação. Nossa imagem, que politicamente já anda tão fragilizada, agora, somos expostos ao ridículo mundialmente. É necessário punir esses corruptos exemplarmente para que este país entre nos trilhos.

Indignação

O que esta acontecendo na esfera publica em nosso país, é de deixar qualquer cidadão de bem indignado; eles falam em cortar gastos, reforma da previdência e muitos outros planos para tirar o Brasil do atoleiro financeiro, ético e moral em que se encontra.

Afronta

Se não bastasse, o povo Brasileiro e a democracia ser afrontada diariamente pelos políticos, agora chegou a vez do Judiciário. Que falta de respeito com povo humilde e trabalhador deste país.

Nova Loman

Curiosamente, os ministros do STF encerraram a votação do texto base da nova Loman (Lei Orgânica da Magistratura). A corte pode votar em sessão administrativa, os itens que foram destacados pelos ministros. Os críticos dizem que ela seria um abuso até mesmo para a realidade econômica da Suécia, uma vez que penduricalhos, gratificações, verbas extras e toda forma possível de aumento salarial foram incluídos na proposta.

Privilégios

Enquanto o pobre trabalhador mal consegue ter o que comer os ministros aumentam seus próprios benefícios. Enquanto isso, o pobre trabalhador trabalha duro para receber no fim do mês um mísero salário mínimo e para tratar de um problema grave de saúde, demoram meses – quem sabe, anos na fila do SUS.

Parece piada

Isso mesmo; é inacreditável o que está acontecendo neste país chamado republica. Auxílio-creche, educação, capacitação, saúde, moradia, gratificações para exercer funções, por tempo de serviço, para quem vai estudar no exterior, parece piada, mas,  não é.

Dobrar os salários

No texto, os juízes poderão mais do que dobras seus vencimentos. Auxílios para creche, educação, capacitação, saúde, moradia, gratificações para exercer funções, por tempo de serviço, até para quem vai estudar no exterior, uma espécie de 13º e 14º salários para quem julga mais processos do que recebe… E por aí vai. Após a votação do texto final pelo STF, a matéria ainda precisa ser enviada ao Congresso nacional para apreciação dos “justos” parlamentares.

Caráter

Uma verdadeira desmoralização e falta de vergonha na cara: quem, realmente,  deveria demonstrar seriedade na verdade não se distanciam muito do caráter congressista.

Abuso de autoridade

Isso realmente eu chamo de abuso de autoridade. Os guardiões da justiça se transformam em políticos togado. Será que, de tanto julgar os desvios de condutas dos parlamentares, os juízes perderam a noção da justiça, o bom senso, dignidade e respeito ao povo brasileiro e à Constituição?

– Meu DEUS que republica é essa?!

Auxílio

Detentores de altíssimos salários não precisam de auxílio nenhum; quem precisa de auxílio é o assalariado que recebe o mínimo possível.

– Isso é uma tremenda distorção dos benefícios…

Mazela

Será que essas mazelas não tem fim? Já não basta protestarmos contra os políticos, agora temos também que protestar contra o judiciário?

– O que resta de honesto neste país?

Conversa mole

Chego à conclusão de que a culpa de tudo isso que está acontecendo não é culpa dos políticos, e, sim, do povo que os elegem. Precisamos ter mais consciência ao fazer nossas escolhas. Chega de ser enganado.

– É muita conversa mole.

Cabral

Se pudesse voltar ao tempo pediria a Pedro Álvares Cabral para desviar suas caravelas para Argentina ou quem sabe Guiana Francesa.

A era da mentira

Apesar de que ao longo dos tempos os políticos sempre mentiram, a coisa tornou-se pior nesta nova era, a forma como os políticos mentem hoje em dia e pelas conseqüências devastadoras que advém.

A arte da mentira

Em uma entrevista, Trump, presidente dos Estados Unidos, acusou, em público, Barack Obama e Hillary Clinton de serem fundadores do Estado Islâmico. Embaraçado, o repórter perguntou se ele quis dizer que Obama era responsável pelo surgimento do ISIS devido às suas políticas externas, ele voltou a confirmar: “Não, não, o que eu quis dizer mesmo é que ele é o fundador do ISIS.”, reafirmando que Hillary seria a co-fundadora. Este é um exemplo claro de que o mundo entrou numa era de “pós-verdade na política”. Uma era em que não interessa se as afirmações têm alguma relação com a realidade ou não. O que interessa é destruir seu oponente.

Antigamente

Atualmente, a diferença entre as mentiras dos políticos de hoje e de antes, é que, antigamente, a mentira tinha muitas vezes alguma relação com a realidade – mentia-se, freqüentemente, para esconder um fato, ou adiar a sua revelação. Hoje em dia, não há sequer esse tipo de preocupação de alguma relação com a realidade. Insinua-se ou inventa-se pela simples conveniência de cada um. E quando se é confrontado com a realidade, inventam outra mentira – a teoria da conspiração. Evidências mostram que nunca as teorias da conspiração, e, falsas informações, foram veiculadas em tão grande número ao redor do mundo.

O mundo é um lugar perigoso de se viver, não por causa daqueles que fazem o mal, mas sim por causa daqueles que observam e deixam o mal acontecer. Albert Einstein

*(Edilson Neves, jornalista, Diretor e Editor do Jornal Correio de Notícias de Rondônia, Registro DRT/0001047/RO)

    Imprimir       Email
  • Publicado: 3 meses atrás, em 22 de março de 2017
  • De:
  • Última modificação: março 25, 2017 @ 4:44 pm
  • Arquivado em: Colunas, Edílson Neves

Sobre o autor

Mictmr1964

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar também...

Há uma expectativa que a lava jato atinja muita gente em Rondônia – Por Robson Oliveira*

leia mais →