Carregando...
Você está aqui:  Home  >  Esporte  >  artigo atual

STF nega recurso do Fla e finaliza discussão: Sport é o campeão de 1987

De   /  19 de abril de 2017  /  Sem comentários

    Imprimir       Email

Por 3 votos a 1, o clube de Recife foi mantido como o vencedor da competição

A 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) negou nesta terça-feira (18) o recurso do Flamengo contra a decisão da Corte que garantiu ao Sport o direito de ser o único campeão brasileiro de 1987 reconhecido pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Por 3 votos a 1, o clube de Recife foi mantido como o vencedor da competição.

O caso estava parado desde agosto de 2016, quando o ministro Luís Roberto Barroso pediu vistas ao processo e suspendeu o julgamento. Ele votou para que o título fosse dividido entre os clubes. Relator do caso e torcedor do Flamengo, o ministro Marco Aurélio votou contra o recurso do time de coração.

Os ministros Alexandre de Moraes e Rosa Weber também deram posição contrária. O ministro Luiz Fux se declarou impedido de participar do julgamento. Rodrigo Fux, seu filho, foi o advogado do Flamengo na ação.

O Flamengo informou que aguardará a publicação da decisão para avaliar se caberá novo recurso. “Nossa posição em busca do reconhecimento segue firme, uma vez que ganhamos o título no campo”, afirmou o vice-presidente jurídico, Flávio Willeman.

Já o presidente do Sport, Arnaldo de Barros, celebrou mais uma conquista do clube sobre o time carioca nos tribunais. “Era uma pretensão esdrúxula do Flamengo. Queriam afrontar a coisa julgada que é protegida constitucionalmente. Desejavam subverter as decisões que ocorreram inclusive no STF para fazer valer um acordo, um conchavo político que tinha havido anteriormente. Mas o STF soube rechaçar e colocar em ordem os valores institucionais”, encerrou o mandatário.

O CASO

Em 1987, a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) atravessava grave crise financeira e se declarou incapaz de organizar o Campeonato Brasileiro. A partir daí, a Copa União foi organizada pelo Clube dos 13 com as principais equipes do país.

Na sequência, porém, a CBF resolveu fazer um campeonato com os clubes que ficaram de fora da Copa União. Os times foram divididos em dois módulos, o Verde (Clube dos 13) e o Amarelo (equipes reunidas pela entidade).

Flamengo e Internacional, campeão e vice do Módulo Verde, se recusaram a jogar um quadrangular final contra Sport e Guarani, campeão e vice do Módulo Amarelo. A polêmica se arrastou desde então.

– POR FOLHAPRESS © Reprodução/Facebook – ESPORTE ACABOU A DISCUSSÃO

    Imprimir       Email
  • Publicado: 4 meses atrás, em 19 de abril de 2017
  • De:
  • Última modificação: abril 19, 2017 @ 7:40 am
  • Arquivado em: Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar também...

Neymar se despede de elenco, não treina, e Barcelona confirma saída

leia mais →