Carregando...
Você está aqui:  Home  >  Colunas  >  artigo atual

Depois de três anos, surge um novo Ginásio Cláudio Coutinho

De   /  12 de maio de 2017  /  Sem comentários

    Imprimir       Email

Quando serão entregues as obras do Espaço Alternativo? Se alguém sabe ao certo, está guardando o maior segredo sobre isso, porque, pelo andar da carruagem, provavelmente o final  do serviço ficará  para um futuro ainda distante. Assim estão, no geral (ou seja, todas atrasadas, muito atrasadas ou paralisadas), nada menos do que 54 obras públicas importantes em Porto Velho. O número foi levantado pelo prefeito Hildon Chaves, que o levou num encontro com o presidente da Assembleia, Maurão de Carvalho, dias atrás, quando foi pedir apoio do parlamento rondoniense, no sentido de que  tudo o que está parado, ande, afinal. Há outras que sequer saíram do projeto, como a nova Rodoviária, que, pelo andar da carruagem (e não dos ônibus, com o perdão do trocadilho!), só ficará pronta no final da próxima década. Agora, há pelo menos uma que, ao que parece e se não houver mais nenhum problema inesperado,  finalmente será inaugurada. Obviamente, com todo o atraso possível e com um custo bem acima do esperado. Trata-se do Ginásio Cláudio Coutinho, cuja reforma já deveria estar pronta há pelo menos um ano, mas que será entregue ao porto velhense, enfim, no mês que vem. Orçada em 4 milhões e 500 mil reais, a reforma acabou custando 6 milhões.  Foi feita, como todas as demais, a passos de cágado. Mas, ao que parece, vai ficar linda e funcional. O Cláudio Coutinho, durante muitos anos, foi uma referência para Porto Velho e para Rondônia. Recebeu grandes eventos esportivos e  muitos outros, de todas as áreas. Já ficou superlotado, com públicos enormes.

Com o passar do tempo, o ginásio foi ficando abandonado, ao ponto de viver cheio de goteiras, com total falta de estrutura, com iluminação fragilizada e até alvo de vandalismo. Em 2015,começou a reforma. Primeiro, estava programada para estar pronta em 2016. Não deu. Agora, em seu terceiro ano de reformas, finalmente tudo entrou na reta final. Faltam menos de oito por cento de tudo, para que o Cláudio Coutinho finalmente seja entregue. Isso, se não ocorrer mais nenhum atraso inesperado. Oremos, pois!  Agora, o ginásio terá uma nova estrutura, 2.500 cadeiras, áreas especiais e acesso facilitado para deficientes e, enfim, se tornará um empreendimento à altura do que merece a comunidade da Capital e do Estado. Se for mesmo concluído em junho, Porto Velho ficará “apenas” com 53 obras importantes inacabadas.

ORGASMOS EM VÃO!

Ah, os cantores da tragédia, do confronto, da dissenção, da discórdia! Quantos orgasmos tiveram, nos dias que antecederam o depoimento do ex presidente Lula ante o juiz Sérgio Moro, torcendo por uma guerra! Quanto veneno destilaram, querendo o pior! Mas o que se viu, em praticamente cinco horas de conversa entre réu e magistrado? Respeito, gentileza, civilidade,  palavras ditas com educação, perguntas sempre feitas no mesmo tom de voz, respostas no mesmo contexto. Lula odeia Moro? Pode até ser. Moro quer ver Lula na cadeia? Pode até ser. Mas no encontro de ambos, durante o longo interrogatório de Curitiba, não houve um só momento de desrespeito ou exageros, de parte a parte. Ambos cumpriram seus papéis, como autoridades que são. Já o baixo clero, raivoso e destilando ódio, ficou se confrontando pelas redes sociais. Pura ignorância, claro. Que jamais passou perto do esperado encontro entre Lula e Moro. A verdade se resume a isso. Todo o resto é conversa de boteco, de gente que torce pelo pior. Pronto. Falei!

O GRANDE APOIO DA ASSEMBLEIA

A Assembleia Legislativa está inovando em sua publicidade. Depois das campanhas de valorizações dos nossos maiores patrimônios, que fizeram grande sucesso, pela qualidade do trabalho e pelas mensagens passadas, agora a iniciativa do parlamento é apoiar gente talentosa da terra, aqueles que se destacam em suas atividades. A cultura e a música receberam o primeiro plano, nos comerciais da ALE, através da Banda Verssale, um grupo de rock que se destacou no cenário nacional, inclusive com uma de suas músicas concorrendo ao Grammy. Para quem não sabe, o Grammy Award é o maior e mais prestigioso prêmio da indústria musical mundial, distribuído anualmente pela National Academy of Recording Arts and Sciences dos Estados Unidos, honrando conquistas na arte de gravação musical e provendo suporte à comunidade da indústria musical. A iniciativa da Assembleia, com o aval do presidente Maurão de Carvalho, certamente, deveria ser estendida a outros grandes nomes das nossas artes e da nossa cultura. É, mais do que tudo, a valorização do que temos de melhor, nessa terra de Rondon.

 

 

AS BRS SÃO NOSSAS!

 

Vencida a absurda e doentia burocracia, criada geralmente para proteger a incompetência e falta de ação do serviço público e seus gerentes, a Prefeitura de Porto velho deu um passo importante para melhorar o visual da cidade, junto às duas rodovias federais que atravessam a cidade. Um tal Termo de Cessão (???) foi assinado entre o prefeito Hildon Chaves e o diretor geral do Dnit no Estado, Sérgio Mamanny, permitindo que a administração municipal faça uma série de serviços para melhorar a limpeza, jardinagem, calçamento, iluminação e paisagismo dos canteiros centrais das duas rodovias. O acordo autoriza o município a ficar responsável pela manutenção do trecho urbano das rodovias federais BR 364 e BR319. Ou seja, tem que assinar uma monte de porcaria, para poder beneficiar a população. Bem, mas essa etapa está superada! Agora, é cobrar da Prefeitura que realize o que passa a ser da sua competência. Ela também, a partir de agora, não pode fazer como o Dnit e se esconder atrás de tanta burocracia infernal!

AS MÃES E O COMÉRCIO

Ufa! Ainda bem que chegou! O comércio andava assustado, com a queda continuada nas vendas. No país, aliás, isso já está acontecendo pelo 24º mês consecutivo, ou seja, as vendas são menores de um mês para o outro há dois anos. A salvação dos combalidos cofres das empresas comerciais, contudo, está vindo. O Dia das Mães, comemorado nesse próximo domingo, dia 14, é a segunda data mais importante, em vendas, para o comércio varejista brasileira. Todos sabemos  que as vendas maiores são no período natalino. Com a chegada da data que homenageia as mamães, há um fio de esperança de que o volume de faturamento dê uma subida. Também em Porto Velho e em toda a Rondônia, o comércio espera vender bem. Mesmo que não sejam números superlativos, se chegarem perto do ano passado ou subirem um pouquinho nessa relação anual, já estará bom.

O BOM SENSO IMPEROU

O governo do Estado tinha a informações de que os agentes penitenciários iriam entrar em greve, nessa quinta, mesmo contrariando decisão judicial que a tinha proibido. A tal ponto que a Casa Civil chegou a emitir uma nota, anunciando que servidor que faltasse ao trabalho sofreria corte do ponto, sem negociação para eventual compensação. Contudo, na Assembleia da noite de quarta, o sindicato da categoria, o Singeperon, decidiu por suspender a intenção do movimento, ao menos até o próximo dia 26. Nessa data, embora ainda não haja nada oficial, estaria marcada uma reunião de conciliação, em que governo e agentes iriam tentar achar um denominador comum. Na decisão em que considerou que a greve seria ilegal, o desembargador Roosevelt Queiroz seguiu decisão do STF, que considera, trata-se de uma categoria que tem funções imprescindíveis para a manutenção da ordem e da segurança públicas.  O bom senso imperou e agora, espera-se que o diálogo impere, até a decisão final.

GRANA DAS DROGAS

Tem gente de Porto Velho, Ariquemes, Guajará-Mirim, Ji-Paraná e Ouro Preto, envolvida até o talo, num esquemão de lavagem de dinheiro de uma poderosa quadrilha de traficantes internacionais, que agiam em Rondônia, Mato Grosso e Pernambuco. Operação da Polícia Federal, realizada nessa semana, prendeu dezenas de envolvidos e descobriu que a quadrilha movimentou pelo menos 48 milhões de reais, em apenas um ano. O esquema envolvia a compra de drogas na Bolívia, que eram vendidas no Brasil. Aqui, a grana era lavada e mandada, em espécie, para nossos vizinhos, maiores produtores mundiais da folha de coca, que é a essência da cocaína. O ciclo recomeçava, com a droga vindo para o Brasil e comercializada em várias regiões, alimentando o esquema. Há ainda um grupo de foragidos e outro de não localizados, já que alguns dos principais líderes do grupo criminoso estariam escondidos na Bolívia. Toda a operação foi comandada pelo Heliel Martins, da Polícia Federal de Guajará-Mirim, que coordenou toda a ação.

PERGUNTINHA

Depois do depoimento de cinco horas do ex presidente Lula ao juiz Sérgio Moro, você acha que o réu será condenado ou absolvido, no caso da compra do apartamento tríplex de São Bernardo?

* Sérgio Pires – BLOG: https://www.facebook.com/opiniaodeprimeira?fref=ts

    Imprimir       Email
  • Publicado: 2 meses atrás, em 12 de maio de 2017
  • De:
  • Última modificação: maio 12, 2017 @ 10:12 am
  • Arquivado em: Colunas, Sergio Pires

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar também...

Há uma expectativa que a lava jato atinja muita gente em Rondônia – Por Robson Oliveira*

leia mais →