Carregando...
Você está aqui:  Home  >  Colunas  >  artigo atual

Voto de Louvor

De   /  18/08/2017  /  Sem comentários

    Imprimir       Email

Voto de Louvor

O deputado José Lebrão (PMDB) de Rondônia encaminhou à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, requerimento para entrega de Votos de Louvor a um grupo de policiais militar que impediram o roubo de um caminhão por uma quadrilha de 8 assaltantes em outubro de 2016, em Santa Fé, comunidade de Costa Marques. De acordo com o parlamentar, a ação foi um ato de bravura dos policiais e merece  reconhecimento. “Eles colocam suas vidas em risco diariamente, e a situação que ocorreu no ano passado foi uma questão de vida ou morte. Portanto o ato de bravura deve ser reconhecido”, afirmou o parlamentar.

Louvor

Por este motivo, Lebrão solicitou à Mesa Diretora da casa de Leis de Rondônia, Voto de Louvor para enaltecer a ação dos bravos policiais. “O uso da palavra “louvor” pode ser empregada em frases que representam situações de glória ou orgulho ao cumprir e realizar determinada tarefa ou ação”. Segundo o parlamentar, a ação foi um ato de bravura da polícia e merece o nosso reconhecimento.

Bravura

Acho que a homenagem aos policiais é merecida. No entanto, penso que o parlamentar deveria mesmo era ter apresentado um projeto de Lei propondo um reajuste salarial à categoria, além disso, solicitasse ao governador do estado um processo administrativo para promover os policiais por ato de bravura, ação esta prevista na Lei. “Essa conduta certamente confirmaria realmente o reconhecimento do deputado e do governador Confúcio Moura aos policiais”.

Auxílio Alimentação

Ante a repercussão negativa perante a sociedade, os deputados rondonienses decidiram às pressas revogar a Resolução 377, que instituía o Auxílio Alimentação Parlamentar de R$ 6 mil reais aprovada em plenário durante uma manobra extraordinária. “Fortemente criticados pelos sites de noticias e diante da forte reação popular através das redes sociais, os parlamentares decidiram revogar na íntegra a resolução, voltando a vigorar nos termos anteriores a sua aprovação”.

De Olho

Os parlamentares reduziram o valor de R$ 9 mil para R$ 6 mil incorporando ao contracheque. A manobra não deu certo. Vão ter que prestar contas da verba e ter que continuar apresentando as notas fiscais mensalmente. O que não aconteceria se a resolução aprovada tivesse prevalecido. É meus caros, o povo está “de olho”.

Metas fiscais

O ministro da Fazenda Henrique Meirelles, atribuiu a necessidade da revisão das metas fiscais à frustração de receitas. De acordo com as alegações do ministro, em parte foram por causa da queda da inflação dos últimos meses. Segundo ele, Isso levou o governo fazer a revisão das projeções econômicas reduzindo ate mesmo o valor do salário mínimo constante na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) que de R$ 979 reduzirá para R$ 969 no próximo ano. É mole!!!

Campanhas eleitorais

Mesmo assim, diante de tanta crise politica, econômica, financeira a comissão especial do congresso aprovou o chamado Fundo eleitoral, recursos públicos que serão usados para financiar campanhas eleitorais. Segundo o texto, será instituído um Fundo Especial de Financiamento da Democracia, que em 2018 levará o montante de R$ 3,6 bilhões do Orçamento da União. O dinheiro será dado aos partidos que distribuirão por sua conta, sem o controle das instituições controladoras e da sociedade. “Quem vai fazer essa distribuição são os atuais dirigentes partidários, formadas por políticos corruptos envolvidos em esquemas de corrupção”. Uma tremenda safadeza, isso é o que eu chamo de “CARAS DE PAU”. Vejam para onde vai nosso suado dinheirinho.

Governança corrupta

Você não ver nenhum governante falar em: Redução de mordomias (gabinetes, secretárias, assessorias, carros, motoristas, 14º e 15º salários dos poderes da República, etc. etc.).

Redução de cadeiras

Você não ver nenhum deputado Federal falando em: Redução do número de cadeiras na Câmara Federal, e seus gabinetes, profissionalizando-os como nos países sérios. Acabar com as mordomias na Câmara, Senado e Ministérios, como almoços opíparos, a custas do povo, etc. etc.

Redução de vereadores

Você não ver ninguém falando em: Reduzir a quantidade de vereadores, acabar com os altos salários, diminuir os gastos das Câmaras Municipais e das Assembleias Legislativas Estaduais, etc. Muito pelo contrario, eles só trabalham em beneficio próprio.

Buraco

“O que vocês deveriam fazer mesmo era, criar um fundo especial para financiar linhas de créditos para o trabalhador contribuinte, agricultor e pecuaristas deste país produzir e criar novas oportunidades de emprego, para tirar o país do buraco em que vocês colocaram”.

PMDB

Os pemedebistas convocaram uma Convenção Nacional para o dia 27 de setembro visando à volta do antigo nome: Movimento Democrático Brasileiro (MDB), sigla usada de 1966 a 1979 durante a ditadura militar. O atual presidente do partido, senador Romero Jucá (RR), já vem a algum tempo defendendo a mudança do nome, segundo ele, seria uma forma de modernizar a legenda, sem referência a partidos políticos, esperando que isso resulte em dividendos eleitorais.

Resgatando

“Estamos resgatando a nossa memória histórica e estamos retirando o último resquício da ditadura dentro do PMDB”, justificou Jucá. Ele explicou que a inclusão do “P” que significa partido, foi uma determinação do regime militar na época. “Para quem não sabe, esse sujeito é um dos mentores do chamado Fundo Especial de Financiamento da Democracia que só em 2018 levará a bagatela de R$ 3,6 bilhões dos cofres público “.

Vergonha 

“Excelentíssimo senador da republica, Sr. Romero Jucá, vossa excelência é mesmo um tremendo cara de “PAU”. Vocês peemedebistas deveriam mesmo era ter vergonha na cara, e não ser tão “CARA DE PAU”. Não morro de amores por ideologias políticas, nem por siglas partidárias. Durante todos esses anos venho acompanhado a politicagem de vocês e tenho testemunhado atos execráveis e decepcionantes, ando meio cético com a forma de se fazer politica, e se há uma coisa que não tolero por conta de quem quer que seja e quem esteja no poder é a soberba, arrogância e o cinismo. E agora vocês vêm com essa, mudar a sigla do partido para enganar os pobres eleitores, francamente”.

Comunistas

Enquanto o povo brasileiro não perceber que alimentamos um sistema corrupto e manipulador, nada mudará. O Brasil vive dentro de um regime de esquerda, apesar da mídia corporativa negar e confundir a opinião publica de que NÃO somos controlados, dominados e manipulados por uma escória de partidos e de políticos comunistas.

Desgraçados

Uma das piores epidemias no Brasil, além da corrupção, é a mediocridade dos partidos e dos políticos. De próspero e abençoado o Brasil tornou-se um país, desgraçado nas mãos dos partidos políticos irresponsáveis, corruptos e vigaristas.

Especulações

O atual sistema intervencionista do Estado sufoca e destrói a economia interna, impedindo o desenvolvimento do país, eliminando as possibilidades de empregos, reduzindo cada vez mais as atividades econômicas a um mero jogo de especulações e exploração financeira. Este sistema intervencionista naturalmente entrou em colapso, gerando pobreza, miséria, tristeza, humilhação e falta de perspectivas aos brasileiros. A criminalidade, o materialismo e o “cada um por si”, tornaram-se a única realidade compreensível de uma sociedade penalizada e jogada a própria sorte.

Justiça de Deus

É por causa dessas e de outras que eu não admiro mais nada que acontece nesse país, e se alguém me perguntasse se o Brasil tem jeito eu não saberia explicar. Eu só sei que Deus existe e não existem contradições entre a justiça de Deus e a dos homens e um dia todos serão julgados pelos seus maus feitos.

Guerra dos topetes

E as trapalhadas e bate-boca de Donald Trump com o Kim Jong-un, aquele ditadorzinho do mau. Aquele gorducho mimado. Acho que tudo começou porque um tem o cabelo mais ridículo do que o outro. A miniatura de satã vê conspirações e traidores por todos os lados. Tudo indica que a vítima mais recente de sua paranoia foi seu irmão Kim Jong-nam

Xingamento

Bacana mesmo é quando eles ficam discutindo, um xingando o outro, bem infantil: “Ô seu topete de quindim!”. “E o outro diz: seu topete de cabelo de milho!”. Com isso o mundo quer saber: Kim tem mesmo a bomba tômica?

Análise

Após uma análise do plano de lançamento de mísseis contra a ilha de Guam o ditadorzinho filhote de satã afirmou que irá esperar e avaliar as ações de cabelo de milho, antes de ordenar um ataque.

Blefe

Olha só o que cabelo de milho escreveu em sua conta no Twitter: ele disse que o líder norte-coreano Kim Jong-un teve uma “atitude sábia” ao anunciar a decisão de não jogar a bomba na ilha de Guam, no Pacífico, onde os Estados Unidos têm uma base militar. Será mesmo ou foi um blefe?

Potência nuclear

Percebe-se que, o Kim pretende mesmo é se estabelecer como potência atômica planetária. Segundo análise, depois dos primeiros impactos causados pelos bombardeios de palavras, é possível perceber novos paradigmas analíticos. Um deles é o seguinte: “O que o gorducho topetudo quer mesmo é reconhecimento diplomático de sua pequena ilha pelos EUA. Eles estão furiosos porque entram nos embates, testam mísseis e fazem todo o tipo de ameaças, mas não conseguem levar o Tio Sam normalizar relações”. O grande problema é que, os dois topetudos carregam uma boa dose de loucura transformada em insanidade institucional.

*(Edilson Neves, jornalista, Diretor e Editor do Jornal Correio de Notícias de Rondônia, Registro DRT/0001047/RO)

    Imprimir       Email
  • Publicado: 3 meses atrás, em 18/08/2017
  • De:
  • Última modificação: agosto 18, 2017 @ 9:43 pm
  • Arquivado em: Colunas, Edílson Neves

Sobre o autor

Mictmr1964

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar também...

Uma frase óbvia que as redes sociais transformaram em puro besteirol

leia mais →