Carregando...
Você está aqui:  Home  >  Colunas  >  artigo atual

Não importa a pureza da ideologia: ladrão é  ladrão, criminoso é criminoso

De   /  30/01/2018  /  Sem comentários

    Imprimir       Email

Estamos recém completando um ano novo e, na maioria dos casos, nossos problemas são velhos. Mais que velhos, dinossáuricos. Há questões que se arrastam há décadas, como o fosso social que separa ricos e pobres no Brasil,  um abismo cada vez maior. Mas há casos novos, como a inacreditável corrupção que passou a ser normal e aberta em todo o país, principalmente durante os recentes governos esquerdistas. Não que a esquerda seja mais corrupta que a direita. Nada disso. Ambos o são. Mas a esquerda, como considera que o Estado lhe pertence, dentro da sua ideologia, obviamente acha absolutamente normal o  achaque aos cofres públicos, tratando o assunto como legal e não criminoso. A direita rouba, mas nunca por ideologia….Já para a esquerda, é apenas  expropriação, para usar a linguagem da guerrilha dos anos 70, durante os governos militares. E é esse o caso de agora, com tudo o que está envolvendo a situação do ex Presidente Lula. Ele teve sim méritos em seus dois mandatos, principalmente na área social. Mas a soberba determinada por sua filosofia política; do seu partido e dos aliados, acabou o colocando à mercê de uma série de irregularidades, ilegalidades e crimes, que, no pensar dele e seus parceiros, foram apenas ações políticas/ideológicas. Nada mais errado. Lula ajudou os pobres brasileiros? Ajudou sim, mas, entre outros erros gravíssimos,  à revelia das leis, doou milhões de dólares a governos estrangeiros, não por coincidência, todos esquerdistas, comunistas. Nenhum que não cantasse a música ideológica petista e aliada, recebeu nada de um governo que representava o povo brasileiro, jamais consultado sobre essas benesses político/partidárias só para alguns. Toda essa dinheirama não ajudaria muito mais os miseráveis do nosso próprio país? Nem isso pesou na balança. Na hora da escolha, tudo para os amigos. Os outros, que se danem!

O Lula que sonhava com um Brasil melhor ficou pelo caminho, lá longe, no passado. Foi substituído pelo Lula que quis ficar rico, ser igual aos ricos; ter imóveis de luxo; sítios em regiões onde os ricos os têm;  poder, dinheiro. Afinal, para ele e seus partidários, o dinheiro público pertence ao Estado e o Estado pertence a ele e aos seus. Que crime há nisso? Talvez por esse raciocínio idiota e essa paixão primarista, é que haja tanta gente apaixonada por Lula, pelo PT e pela esquerda, vociferando contra decisões judiciais que o têm mandado para a cadeia. Para essa gente, toda a roubalheira de Lula, toda sua prepotência, toda a sua adoração incondicional pelo poder, jamais podem ser criticados. Ele é como um Deus, para essa gente que coloca suas ideias, seus gostos, sua ideologia pessoal, acima de tudo e de todos. Para eles, afora seu próprio umbigo e suas crenças, nada mais existe. Infelizmente para eles e para Lula, existe sim. E o que existe ainda dá cadeia à ladrão e criminoso, não importando a pureza da sua ideologia.

MESMO TIME, POR ENQUANTO…

Há 20 dias, todos os secretários e assessores mais próximos ao governador Confúcio Moura, incluindo presidente e diretores de estatais, entregaram seus pedidos de exoneração para o chefe, cumprindo ordem vindo de cima. Nomes quentes do primeiro escalão, mesmo os que não vão disputar a eleição de outubro, enviaram seus pedidos à mesa do comandante. Confúcio teria, então, a partir dali, liberdade total para fazer uma ampla reforma na sua equipe. Não foi o que aconteceu, ao menos até agora. Nenhum dos possíveis candidatos (como os secretários Williames Pimentel, da Saúde. Evandro Padovani, da Agricultura; o diretor geral do DER, o candidatíssimo Ezequiel Neiva, entre outros), continuam firmes em seus postos. Como esse tipo de informação de bastidores raramente emana dos lados do Poder, o que se imagina é que Confúcio pode até esperar até o final de março, deixando para que seu sucessor, Daniel Pereira, faça as mudanças que quer fazer, para um governo de nove meses. Mas nem sobre isso há confirmação. Nas hostes palacianas, o assunto só é tratado da porta para fora. Segredo de Estado?

GARÇON E GURGACZ EM VANTAGEM

Dois partidos, um consolidado e outro que cresce muito em Rondônia, poderão ser muito beneficiados com recursos do Fundo Partidário e do financiamento público de campanha, para as eleições deste ano. Pela distribuição de valores, em nível nacional, o nanico PRB, por exemplo (aqui, seu principal nome é o do deputado federal Lindomar Garçon), receberá cerca de 53 milhões de reais a mais do que recebeu na eleição passada, quando era muito menor. Outro que pode ter os cofres cheios para a campanha, vindos do grana a ser distribuída aos partidos, é o PDT, do candidato ao Governo, o senador Acir Gurgacz. O PDT receberá, em nível nacional, perto de 54 milhões de reais a mais que na disputa eleitoral passada. O PDT terá candidato à Presidência, Ciro Gomes, que certamente levará boa fatia dessa grana toda. Mas Gurgacz tem importante vantagem também. Se for confirmado como único candidato ao partido a Governador (é o que se desenha, ao menos até agora!), ele terá acesso a uma fatia muito mais significativa no bolo partidário. Os valores oficiais somente serão divulgados a partir do final de março. Os grandes partidos perderam dinheiro, nessa nova distribuição. Mesmo assim, é muita grana saída dos cofres públicos para patrocinar campanhas políticas.

DÁ PRA ACREDITAR DESSA VEZ?

Será que dessa vez dá pra acreditar? Pela quinquagésima vez (exagero, é claro, mas apenas para sublinhar o quanto de promessa feita e jamais cumprida!) o Governo do Estado anunciou obras de um Centro de Convenções, junto com o Bumbódromo e uma passarela para desfiles de carnaval, tudo no mesmo lugar. O ponto escolhido foi a área do Parque de Exposições, conhecido como Parque dos Tanques e que há 30 anos sediou grandes eventos, inclusive feiras agropecuárias de grande sucesso, como a Expovel. Já há até uma verba de 14 milhões e 500 mil reais, já liberados pelo Ministério do Turismo, para que a obra, até que enfim, seja realizada. Mas é sempre importante lembrar: a promessa de que Porto Velho recebesse tais obras vem de longos anos, pelo menos desde que fomos transformados de Território em Estado. A última promessa chegou a ser feita no governo Roberto Sobrinho, quando o projeto estava sendo direcionado para a área do Aeroclube, na Estrada dos Japoneses. Claro que tudo não passou de projeto e promessa, como sempre. Agora, o Governo rondoniense garante que não haverá surpresas desagradáveis e que a obra sairá, com abertura de licitação a partir do segundo semestre deste ano. A coluna, cética, registra: só acredita, vendo!

SÓ PAPO FURADO

Aliás, há cerca de um ano, o Governo rondoniense anunciou – e divulgou lindas fotos e maquete – da nova Rodoviária de Porto Velho, que seria construída pelo DER, com apoio da Prefeitura de Capital. Parceria firmada, projetos criados, divulgação feita. A notícia, na época dada em primeira mão nesta coluna, incluindo as fotos, vistas com exclusividade por aqui, atraiu milhares de leitores. Só no site Rondônia Dinâmica, por exemplo, um dos 40 que reproduzem a Opinião de Primeira, em menos de 48 horas, houve 37 mil acessos. Vários outros sites também registraram números expressivos de acessos, com o rondoniense curioso e vibrando com a possibilidade de ter uma nova e moderníssima Rodoviária. Até hoje tanto a coluna quanto a população continuam esperando que a promessa, feita com tanto alarde, seja cumprida. Hoje, por exemplo, não se tem ideia se um dia, ainda nesta década, teremos uma Rodoviária à altura da nossa Capital. Por enquanto, tudo não passou de papo furado. Muito furado!

IMPEDINDO A VISÃO

Na segunda, começou a funcionar o novo sistema de trânsito no centro da Capital, com a abertura da Duque de Caxias ao trânsito, com pista única em direção ao centro (avenida Farquar) e muitas travessas no caminho dos motoristas. Claro que o primeiro dia é sempre mais difícil para se avaliar as coisas, que só se acomodarão com o passar dos dias. Mas viu-se, de cara, que a Semtran poderia ter tomado algumas medidas, para dar mais segurança dos motoristas que andam pela região. Um dos problemas é a falta de semáforos em alguns cruzamentos mais perigosos. Outro: a liberação de estacionamento dos dois lados da Duque, nas esquinas, todas com trânsito muito perigoso. Ou seja, o motorista, que agora tem que parar nas ruas transversais, já que a nova rua é preferencial, precisa ir até quase metade da pista, ao atravessá-la, para poder enxergar. Em plena esquina, caminhões e camionetas impedem a visão, deixando a travessia extremamente perigosa. Falta de conhecimento de uma coisa simples: para maior segurança, numa avenida dessas, com tanto trânsito e tantos riscos, estacionar nas esquinas, dos dois lados e em todas as travessias, têm que ser proibido. Terceiro ponto: onde andavam os agentes de trânsito, neste primeiro e problemático dia? Espera-se que a Semtran corrigida logo os problemas, para que não se registrem mais acidentes do que já os temos, em nossa Porto Velho.

INFOVIA NO ESPAÇO ALTERNATIVO

Nem tudo são más notícias, quando se trata de obras públicas. No caso do Espaço Alternativo, por exemplo, mesmo no período de chuvas, o trabalho para conclusão de toda a estrutura está andando com bastante rapidez. A nova passarela está sendo montada e em breve vai ficar pronta, embelezando o local de uma forma especial, com sua estrutura como poucas vezes a população viu algo parecido. O Governo também começa a trabalhar para concluir a área de estacionamento para 2 mil veículos. Outra notícia especial: a implantação de uma Infovia já está concluída e todos os frequentadores terão wi-fi grátis, para poderem fazer suas caminhadas em companhia da internet, que hoje faz parte da vida de todos em quase todas as horas. Faltam ainda detalhes sobre como será feita a fiscalização do trabalho dos ambulantes, que tomam conta do local e o controle do uso do espaço apenas por pedestres, principalmente na super passarela, onde não poderão circular nem ciclistas e nem quem usa patins. O Espaço começa a chegar na reta final e certamente se tornará uma das mais importantes obras de lazer não só de Porto Velho e Rondônia, mas também de toda a região norte. A inauguração oficial está prevista agora para o final  de fevereiro.

PERGUNTINHA

Depois de pagar o IPTU; amenizar as dívidas dos cartões; correr às lojas para pagar as prestações do Natal; gastar uma fortuna de material escolar para quem tem filhos que vão para a escola, sobrou ainda alguma grana pro carnaval?

Por Sérgio Pires 

    Imprimir       Email
  • Publicado: 4 meses atrás, em 30/01/2018
  • De:
  • Última modificação: Janeiro 30, 2018 @ 11:24 am
  • Arquivado em: Colunas, Sergio Pires

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *