Carregando...
Você está aqui:  Home  >  Municípios  >  artigo atual

Pescadores recebem capacitação para captura sustentável de peixes ornamentais

De   /  14/03/2018  /  Sem comentários

    Imprimir       Email

Guajará-Mirim, RO – Considerado um dos maiores exportadores de peixes ornamentais do Brasil para vários continentes, o professor e biólogo Gabriel Bineli esteve na última semana na Colônia dos Pescadores Z-02, do município de Guajará-Mirim, para falar de captura sustentável, armazenamento, transporte e comercialização de peixes ornamentais na região. Gabriel esteve acompanhado da equipe técnica da Superintendência Estadual de Desenvolvimento Econômico e Infraestrutura (Sedi), e conheceu também a produção e comercialização do peixe de cativeiro produzindo em Rondônia.

“Quero saber se vocês pescadores de Guajará-Mirim têm interesse nesse mercado lucrativo”, perguntou Gabriel antes de iniciar a capacitação técnica realizada com o apoio do Governo de Rondônia por meio da Sedi.

Gabriel disse que foi bastante produtiva a ida dele em Guajará-Mirim e que basta a Colônia dos Pescadores aderir a ideia e os órgãos do governo se unirem para viabilizar a exploração sustentável de peixes ornamentais. “O mercado existe! Vejam o exemplo da cidade Barcelos, no estado do Amazonas, conhecida mundialmente como a Cidade do Peixe Ornamental e uma das maiores exportadoras de peixes ornamentais do País”, enfatizou Gabriel.

“Guajará-Mirim faz parte da Floresta Amazônica, lhe garanto que os rios da região têm grande variedade de peixe ornamental. Um exemplo disso foi uma ida nossa com os pescadores em um lago próximo a cidade. Em 20 minutos capturamos seis peixes, sendo que dois deles são comercializáveis, têm mercado!”, afirmou Gabriel.

Durante a visita técnica, a bióloga Ilce Santos falou para Gabriel sobre o fortalecimento do Grupo de Trabalho da Piscicultura de Rondônia – GT da Piscicultura de Rondônia –  do qual ela faz parte por meio da Sedi juntamente com os representantes da Emater, Seagri, Idaron e Sedam. Criado através de decreto, o grupo é responsável pela execução das ações de piscicultura do estado, sendo formado por biólogos, agrônomos, veterinários, engenheiros de pesca e oceanógrafo.

Ilce disse também que mais de quatro mil propriedades rurais produzem anualmente perto de 100 mil toneladas de peixe em cativeiro, o que eleva Rondônia ao maior produtor de peixe de água doce no país. “Se depender do interesse dos produtores com os incentivos do Governo de Rondônia, o setor continuará em alta no estado”, comentou Ilce.

Além de Ilce, fizerem parte da comitiva da Sedi nas visitas e capacitação técnica em Guajará-Mirim com Gabriel Bineli, Fernando Batistão e Pedro Teixeira, que no ato, foi representando o superintendente da Sedi, Basílio Leandro de Oliveira.

Durante a capacitação técnica Pedro Teixeira destacou que a Sedi tem em sua missão o foco na manutenção e geração de trabalho e renda. “A SEDI é órgão de assessoramento técnico do Conselho de Desenvolvimento do Estado de Rondônia (CONDER) é responsável em executar as políticas de desenvolvimento através da atração de novos investimentos que visem, principalmente, estimular a geração de emprego e renda, modernização tecnológica, utilização da matéria-prima regional e incremento às exportações, objetivando, sobre tudo, o crescimento harmônico e sustentável do Estado”, finalizou Pedro Teixeira.

– Texto Marcelo Gladson/MaisRO

    Imprimir       Email
  • Publicado: 3 meses atrás, em 14/03/2018
  • De:
  • Última modificação: março 14, 2018 @ 10:29 am
  • Arquivado em: Municípios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *