Carregando...
Você está aqui:  Home  >  Cotidiano  >  artigo atual

Novo estudo comprova que Finasterida não causa câncer de próstata

De   /  12/06/2018  /  Sem comentários

    Imprimir       Email

A constatação contraria uma pesquisa anterior que mostrava que a droga, usada para o combate da calvície, aumentava o risco 

Uma pesquisa, apresentada recentemente durante o encontro anual da Associação Americana de Urologia, afirma que a finasterida, substância utilizada para combater a calvície, não causa câncer de próstata. Este estudo contraria uma pesquisa anterior, publicada em 2003, pelo periódico  “New England Journal of Medicine“, que admitia que a medicação aumentava o risco de um tipo específico e letal da patologia.

De acordo com as conclusões do estudo, não foram encontrados indícios que sugerem que a droga aumenta o risco de morte pelo uso do medicamento.

Acesse Confira as promoções exclusivas para assistir aos jogos da copa e suas vantagens

Geralmente, a finasterida é usada para tratar os sintomas relacionados ao aumento da próstata (em altas doses), além de agir contra a queda de cabelos, em baixas dosagens. O remédio impede que a testosterona vire diidrotestosterona, hormônio que provoca perda dos frios e crescimento prostático.

“A eficácia do remédio em prevenir a progressão da calvície é comprovada. Trata-se de uma das drogas aprovadas pelo FDA americano. A análise da prescrição do medicamento deve ser feita em conjunto entre o médico e o paciente após uma avaliação criteriosa sobre o custo-benefício”, adverte Dr. Thiago Bianco, médico especialista em restauração capilar.

Dr. Thiago Bianco, médico expert em transplantes capilares

Considerado um dos pioneiros a realizar a técnica de implante microfolicular guiado por vídeo, Dr. Thiago Bianco está apto para falar sobre qualquer assunto ligado à queda de cabelo (causa e tratamento) para homens e mulheres. Graduado em Medicina em 2006, especializou-se em cirurgia geral e trauma, além de direcionar sua carreira para área de implante capilar. Membro titular da ISHRS (International Society of Hair Restoration Surgery), atualmente realiza um trabalho pioneiro com as técnicas de FUT (Follicular Unit Transplant) e FUE (Follicular Unit Extraction) para o transplante capilar de barba e de sobrancelha.

– Assessoria

 

    Imprimir       Email
  • Publicado: 1 semana atrás, em 12/06/2018
  • De:
  • Última modificação: junho 12, 2018 @ 9:32 am
  • Arquivado em: Cotidiano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *