EFE/ How Hwee Young

 

“Em vez de mísseis, você pode ter os melhores hotéis do mundo”, disse o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ao líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, durante a história cúpula realizada em Singapura.

O trecho da conversa entre os dois líderes foi revelada aos jornalistas pelo próprio preisdente americano depois da cúpula. Trump pediu para que Kim visse a aproximação entre os dois países a partir de um ponto de vista imobiliário.

Trump revelou que também elogiou as condições geográficas da Coreia do Norte, país mais isolado do mundo, por estar entre a China e a Coreia do Sul. Além disso, o presidente americano falou que a costa norte-coreana é “genial” e possui “grandes praias”.

“Vejo quando eles exploram os canhões no oceano. Digo: ‘olha, ali poderia receber um grande complexo imobiliário’. Expliquei isso a Kim”, afirmou o presidente americano, provocando risos entre os presentes na entrevista coletiva concedida após o encontro.

O episódio curioso foi apenas um dos vários similares registrados durante a cúpula. Uma das cenas mais comentadas em Singapura foi a participação da ex-estrela da NBA Dennis Rodman na emissora “CNN”. Usando um boné com o lema da campanha de Trump – “Make America Great Again” -, Rodman veio às lágrimas ao comentar o encontro.

O ex-companheiro de Michael Jordan no Chicago Bulls é um conhecido apoiador de Trump e visitou Pyongyang há um ano, em um momento de muita tensão entre americanos e norte-coreanos. Na ocasião, Rodman levou uma cópia do livro “A Arte da Negociação”, escrito pelo republicano”, de presente para Kim.

da Agência EFE