Carregando...
Você está aqui:  Home  >  Colunas  >  artigo atual

Artigos do Puggina – COMPANHEIRO TOFFOLI

De   /  09/07/2018  /  Sem comentários

    Imprimir       Email

Dias Toffoli, o paraquedista enxertado por Lula no STF, cassou a decisão do juiz Sérgio Moro que impusera a José Dirceu o uso de tornozeleira eletrônica. Ao expedir a ordem, com o pé no estribo do recesso, o ex-funcionário do PT afirmou, sem revelar o menor constrangimento, que a Segunda Turma (sempre ela!) concedera “liberdade plena” ao preso e que, portanto, tornozeleira era uma inibição da liberdade. Daquela liberdade fulgente, de asas ao vento, que o trio maravilhoso fizera raiar para o pensionista da Papuda.

Liberdade plena!

Claro, por que não? Só porque Dirceu é um criminoso reincidente em corrupção passiva, condenado em segunda instância por tribunal federal, num novo processo, a mais de 30 anos de prisão? Como encarcerar, só por isso, um guerreiro herói do povo brasileiro? Afinal, a matéria adquire urgência absoluta posto que a carimbada, rotulada e descarada maioria da Segunda Turma vislumbrou “plausibilidade nos recursos interpostos [pela defesa] quanto à dosimetria da pena”. Faz sentido. E, se refeitos os cálculos, os 30 anos forem corrigidos para 30 dias? Para 30 minutos? Já pensaram nisso? Toffoli pensou.

Cai sobre tão insólitas decisões o silêncio dos adoradores de corruptos, a mais nova seita nacional. Fervilham os engomados e bem trajados jurisconsultos nos corredores das carceragens. Imagine leitor, a inveja ao longo do corredor enquanto os demais presos acompanhavam os passos de Dirceu rumo aos portões do presídio. “Quando sair daqui vou para a política!”, devem ter jurado a si mesmos.

A Segunda Turma faz a festa dos grandes escritórios de advocacia criminal! Querem nos convencer de que estamos presenciando as maravilhas de um ordenamento jurídico perfeito. No firmamento da democracia, ele faz luzir a constelação dos inabaláveis direitos dos cidadãos. Dito isso for the record, bota o pé no chão, deixa de frescura e solta a bandidagem endinheirada. Libera os amigos. Protege os companheiros.

É preciso andar de quatro, com o nariz enfiado no chão, para imaginar que [no firmamento da tal “democracia” da Segunda Turma] os mesmos favores, o mesmo atendimento urgente em meio àqueles arquivos empoeirados, são conferidos a todo processo, a toda petição. E que a mesma orelha ministerial esteja sempre disposta a ouvir todas as arengas e a atender todos os telefonemas. Por quem nos tomam?

É instigante observar que os cavaleiros do apocalipse moral do país, veneráveis patronos da impunidade eterna, ostentam uma característica comum. São bifrontes. Têm uma face para promover a impunidade, para jurisdicionar e fazer felizes os grandes corruptos. E outra para – peito estufado de vaidade enferma – descrever tais atos como virtuoso exercício de sua missão constitucional.

* Percival Puggina (73), membro da Academia Rio-Grandense de Letras, é arquiteto, empresário e escritor e titular do site www.puggina.org, colunista de dezenas de jornais e sites no país. Autor de Crônicas contra o Totalitarismo; Cuba, a Tragédia da Utopia; Pombas e Gaviões; A Tomada do Brasil, integrante do grupo Pensar+.

 

Comentários

ADEMIR BISOTTO . 09.07.2018

CARO E ESPECIAL PUGGINA, SEUS COMENTÁRIOS SÃO SEMPRE JUSTOS E PERFEITOS, ALÉM DE SÁBIOS. EXISTE UM JORNALISTA QUE, POR MUTOS ANOS NOS ALERTOU QUE TUDO ESTAVA DOMINADO E ESTA É ATRISTE REALIDADE DO BANANÃO. ONDE, UMA REDE DE TELEVISÃO CONDICIONA AS MASSAS Á INGNORÂNCIA E A MÁ CONDUTA. PARTE DO JUDICIÁRIOS ESTA COOPTADO OU PODRE MESMO. FELIZMENTE, TEMOS UMA MAIORIA DE BONS JUÍZES E SERVIDORES. OS MAUS OU PÉSSIMOS NÃO TEM LIMITES PARA SUA OUSADIA E ESTA FALTA AO POVO DO BEM. ADJETIVAR ESTES MAUS JUÍZES, SÓ SE PRESTARIA PARA EXOVALHAR A SUA COLUNA. COMO ULTIMO, PERGUNDO JOSE DIRCEU, O CHEFE DO CHEFE, NÃO ESTAVA PROIBIDO DE SE ENVOLVER? ABRAÇOS

CLAUDIO SILVA RUFINO . 09.07.2018

Os acontecimentos ocorridos ontem no ambito do TRF4 em Poa confirmam os termos de seu artigo. O Poder Judiciário está ficando nú, como naquela fábula do rei nú. Pena demais processos nao são tao céleres como este do ex-Presidente como o dos servidores da Camara Municipal de Ijui, recebendo um deles vantagens concedidas pelos Vereadores e atingindo sua remuneração setenta mil mensais. Parado está no STJ.

Decio Antônio Damin . 08.07.2018

Estão faltando adjetivos para qualificar a ação dos três cavaleiros do apocalipse…! São leais, não à constituição, mas aos seus companheiros…É uma verdadeira “societa celeris”! Fim de papo!

armando fialho fagundes . 08.07.2018

Excelente, Puggina, só discordo quando afirmas que “Toffoli pensou”, ora esse sujeito não “pensa” só atende ordens de seu patrão eterno que lhe deu um emprego vitalicio.

Frederico Hagel . 07.07.2018

Não vejo outra saída para esta bandidagem do STF senão o retorno de um governo militar. A contunuar assim, só mesmo uma intervenção divina para acabar com a trinca comunista escastelada naquelas fardas fedorentas.

 

César Gavillon . 07.07.2018

Prezado Sir Meu esforço nas eleições será no sentido de renovar o Congresso. Só as duas casas podem excluir pessoas como o Toffoli.

ANTONIO CARLOS DA FONSECA FALLAVENA . 07.07.2018

Quero a permissão para escrever ao amigo Puggina e os amigos que o acompanham em seus textos. Falar de Toffoli, Gilmar, Lewandowski e tantos outros ministros, que saíram ou continuam no STF, após todos os episódios vividos ao longo de mais de uma década (quase 12 anos), só terá efeito com ações práticas e fortes. No mais, é “chover no molhado ou tentar ensacar fumaça.” Tudo o que se precisava saber, tudo o que se tinha a dizer já passou. Agora é a hora de agir. Mas ai, pergunto? Quem agirá? Em primeiro lugar, deveria ser aqueles que os aceitaram e aprovaram na sabatina. Depois, diante da cumplicidade deles, o povo deveria agir. os primeiros nada farão: estão sendo protegidos. E o segundo, o povo, desorganizado, omisso, ignorante, com uma parcela considerável de corruptos, nada está a pensar e muito menos a ter vontade de fazer. Algum tempo atrás, as “esquerdas” estariam nas ruas em defesa da democracia, da moralidade e de tudo mais que fosse sério, honesto. Hoje, “sujas até o pescoço”, afagam e carregam nos braços os ministros que “protegem” a si e aos seus. A dita “direita”, não tão direita assim, também “suja até o pescoço”, completa a obra: caminha junto com a esquerda, na busca de proteção dos mesmos ministros. Quanto ao STF, muito cuidado. Tenho ouvido muitas propostas de mudanças, algumas com razão e outras perigosas demais. Algumas propostas são oferecidas por pessoas que não possuem qualquer conhecimento do que seja o funcionamento de um colegiado, seu trabalho, história e a necessidade de funcionar sem “solavancos”. E uma das mais debatidas, diz respeito ao tempo dos mandatos dos ministros. Digo novamente: cuidado. A instituição tem o seu funcionamento e deve manter-se com continuidade. Os ministros é que devem ser passageiros. Este é um dos muitos temas que precisam ser debatidos, mas com seriedade, conhecimento e sem interesses pessoais ou de grupos. E digo mais: dos três podres, deve ser o primeiro a merecer nossa atenção. Já erramos demais! Já perdemos todo o tempo que não tínhamos. Está na hora de criarmos juízo. Abraço fraterno ao amigo Página e aos colegas participantes do blog. ACFallavena

José Nei de Lima . 07.07.2018

Olá meu amigo, o penetra Dias Tofoli, é o representante dos grandes corruptos do Brasil, está sempre vigilante e olhos atentos em defender os companheiros do PT, como fica a Democracia tão falada pelos gestores do PT, até quando Supremo Federal vai agir desta maneira, cadê o Povo, vamos reagir com equilíbrio e inteligência, para fazer uma verdadeira reforma geral, um grande abraço amigo que Deus nos abençoe e proteja amém.

Isac . 07.07.2018

HÁ PREMENTE NECESSIDADE DE SE ACABAR COM CARGO VITALICIO DO STF PARA NAO MAIS NÓS APARECEREM DITADORES! Excelencia, sim, Tóffoli, em fazer diabruras, como todos os vermelhos, os fanáticos pró vermelhos e nos achando com cara de otarios, nós lhe pagando para conspirar contra nós. Porém, há um recadinho que lhe serviria também do Gal Villa Boas, ao Lula bem diretamente que já deve ter entendido o significado, embora, como bom ator, nessas horas nada perceba ou saiba, como sempre, recado compartilhado por todos das FFAA e do Alto Comando: “As FFAA não permitirão que um presidiario assuma direta ou indiretamente a presidencia, podendo intervir” e a homenagem antes do jogo foi desafio a ele, especialmente à Dilmaloprada e ao depravado PT pelo assassinato do soldado Kozel, por assalto a um quartel! Os generais estão bem mais aguerridos percebendo tanta pilantragem à volta deles, muito mal satisfeitos com os perversos e conspiradores martelo e foice e com os magistrados de todas as areas, seus apoiadores oficiais!

    Imprimir       Email
  • Publicado: 1 semana atrás, em 09/07/2018
  • De:
  • Última modificação: julho 9, 2018 @ 9:57 am
  • Arquivado em: Colunas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *