PONTE DE ABUNÃ: faltam 15 por cento das obras e um empenho de 19 milhões para entregá-la em 2019

Faltam apenas pouco mais de 15 por cento das obras. Dos 151 milhões de reais previstos, ainda serão necessários mais 19 milhões, já incuídos no projeto da lei orçamentária do ano que vem, mas ainda dependendo de empenho. Se tudo correr bem e não faltar dinheiro, Rondônia e Acre serão ligados por terra, pela primeira vez, graças à ponte de 1.084 metros, chegando a 3 quilômetros, se forem computados os acessos de ambos os lados, até o final do primeiro semestre do ano que vem.

A trágica história do Dr. Pontes Pérez, o magistrado que fugiu da ditadura comunista da Venezuela

Há dor maior do que ter um filho de 24 anos brutalmente assassinado numa emboscada, apenas como retaliação de um governo de déspotas e ditadores? Um juiz federal da Venezuela, que teve que fugir para o Brasil e passou alguns dias em Porto Velho, abrigado por seus colegas da Associação dos Magistrados (Ameron), viveu esta dramática história, antes de ter que fugir para não ser preso e morto também. O filho dele, fuzilado sem qualquer chance de defesa (foi alvejado no seu carro, com um tiro certeiro), foi o ponto mais triste da vida do juiz Oswaldo Jose Pontes Pérez, que teve que sair às pressas do seu país, hoje praticamente destruído por uma ditadura sangrenta, que já causou várias mortes e que impõe a um  dos países mais ricos da América Latina, um regime de quase miséria, ao lado da falência social e econômica.

Os pedidos e a lei de São Mateus: efeitos colaterais do poder, que o novo governador já está sentindo

Fosse um grupo de escoteiros, fazendo uma escolha entre amigos até se compreenderia. Mas não. Foi a Associação dos Procuradores do Estado. Inventando algo que não existe – e por isso a surpresa – a entidade criou uma lista sêxtupla no afogadilho, com nomes escolhidos numa votação interna, para que, entre os indicados, o governador Marcos Rocha seja constrangido à escolha de um deles para ser o futuro Procurador Geral do Estado. Ora, de onde saiu essa inovação?

Daniel Pereira vai assumir o Sebrae em Rondônia, depois de deixar o governo em 1º de janeiro

O Sebrae terá novo superintendente a partir de meados de janeiro do ano que vem. O escolhido provavelmente será eleito pela unanimidade dos 13 votos a que tem direito, na eleição que acontece na última semana deste mês de novembro.  O nome dele é muito conhecido dos rondonienses, porque ele hoje e até o dia 1º de janeiro próximo, é o seu Governador. Trata-se de Daniel Pereira, eleito vice-governador de Confúcio e que está |à frente do Estado desde abril passado, quando o então comandante decidiu renunciar, para disputar uma vaga ao Senado, conquistando a cadeira que almejava, aliás.

CASO SEDAM: polícia levanta mais provas contra organização criminosa e prisões foram prorrogadas

A Operação Pau Oco, que se realiza dentro da Sedam, continua andando e a cada dia encontrando novas evidências de corrupção que estaria ocorrendo dentro do órgão responsável pelas questões ambientais do Estado. De outro lado, nessa semana, o governador Daniel Pereira começou a nomeação dos substitutos dos servidores presos ou afastados.

Alerta ao governador: tem gente muito boa no grupo da transição, mas tem gente respondendo a vários processos

O governador Marcos Rocha finalmente anunciou seus representantes, que começaram a trabalhar nesta quinta, em parceria com a equipe de Daniel Pereira, para preparar a futuro administração do Estado. O destaque são cinco mulheres designadas, uma boa participação feminina, o que demonstra a preocupação do Coronel em valorizá-las.

Equipe de transição estadual tem 33 componentes, com advogados e militares de várias patentes

O assunto foi tratado como se segredo de Estado fosse e não como uma informação  que deveria ser pública, aberta à toda à população, já que ela é a maior interessada pelo assunto. O governador eleito Marcos Rocha encaminhou nesta quarta, no final da tarde, uma relação com 33 nomes de pessoas que vão compor sua equipe de transição. Segredo absoluto. Espera-se que apenas por inexperiência e não como uma política do novo Governo, a comunicação com o público seja tratada dessa forma.

Como uma decisão do presidente Bolsonaro pode causar prejuízo à economia de Rondônia

Uma decisão  anunciada pelo presidente eleito Jair Bolsonaro, pode ser extremamente desastrosa para a economia de Rondônia. Isso mesmo! Ao apoiar a causa de Israel contra a posição dos palestinos e todos os demais inimigos dos judeus do mundo árabe, como por exemplo, a transferência da embaixada brasileira de Tel Aviv para Jerusalém, o Presidente mexe num abelheiro.

Recém começou: polícia levanta o tapete na Sedam e a sujeira começa a aparecer

Estava demorando! Há muito tempo se comentava, nos bastidores, que algumas coisas não estavam certas dentro da Secretaria de Desenvolvimento Ambiental, a Sedam, do Governo de Rondônia. Falava-se que era notório, em muitos casos, a imposição dificuldades para vender facilidades.