Sozinho, o novo presidente não vai longe. Quem elegê-lo terá que ajudá-lo a governar, na prática

A menos que ocorra um milagre; que o Sargento Garcia prenda o Zorro; que um meteoro parecido com o que exterminou os Dinossauros há 65 milhões de anos caia na Terra; a menos que Lula seja solto hoje e autorizado a concorrer à Presidência; a menos que ocorra algo inimaginável, a eleição no Brasil já esta definida. Vamos gastar milhões e milhões de reais, aliás, jogar fora, num segundo turno em que só vai servir para perdermos tempo. Afora as pesquisas de institutos que perderam completamente a credibilidade, como Data Folha e Ibope, qualquer brasileiro que não seja descerebrado, sabe que Jair Bolsonaro será eleito, facilmente, daqui a duas semanas.

Descerebrados, ignorantes, boçais: as fake news encantam essa gente que envergonha nosso país

Como se imaginava, as fake news estão dominando novamente a campanha eleitoral. É a canalhice nacional, muito maior do que se calcula, que vem não da classe política, que é um resumo do país, mas do próprio brasileiro  comum.

Ataques já começaram nas redes sociais. Segundo turno não será de paz e amor em Rondônia

Marcos Rocha tem a vantagem de chegar ao segundo turno de forma surpreendente; de se apresentar como o candidato do Capitão que mexeu com o Brasil e, ainda, de ser o novo na política rondoniense. Virá com esse discurso e com munição bastante forte contra seu adversário

Eleição cheia de surpresas destaca Bolsonaro, exila da política nomes importantes e deixa pesquisas sem crédito

Que eleição mais incrível foi essa! Além de mudar toda a estrutura da política nacional, ela serviu para tirar – alguns por hora, outros definitivamente – alguns dos nomes mais conhecidos da história recente do país, exilando-os das atividades parlamentares e do Executivo. Inúmeros desses personagens foram os grandes perdedores.

O tênue fio da espada rompeu. TSE manda Acir parar campanha e o tira da eleição

A Espada de Demóstenes estava próxima à cabeça da candidatura do senador Acir Gurgacz já há alguns meses. Ele continuava usufruindo dos direitos de concorrer, mas sob liminar.

Outra vez a polêmica sobre as pesquisas: elas ajudam ou atrapalham as eleições?

Repete-se, com maior intensidade do que em eleições anteriores, as dúvidas sobre os resultados das pesquisas realizadas pelos institutos especializados.

Dessa vez, não foi conversa de compadres! Debate da SicTV foi quente, com ataques e contra ataques

Foi muito diferente. Dessa vez, não houve conversa entre compadres, como aconteceu no primeiro debate da TV, na TV Alamanda. O pau cantou durante o confronto de seis dos nove candidatos ao Governo, realizado na sexta à noite, na SICTV/Record.

Um perigoso boneco de ventríloquo e um discurso enganador para tentar ganhar a eleição

É estranha a campanha do candidato do PT à Presidência. Ele não é ele. É o outro, mas com o nome dele, mas é o outro que coordena tudo de dentro da cadeia. Depois, os temas são doces, como por exemplo, a grande preocupação com a compra de alimentos orgânicos para a merenda escolar.

Acir perde recursos no STF, protesta e diz que sua campanha ao Governo está mantida

A bomba explodiu no final da tarde da terça. Por unanimidade, a Primeira Turma do STF não só negou os recursos impostos pelos advogados do empresário e senador Acir Gurgacz, como determinou que ele comece imediatamente a cumprir a pena de quatro anos e seis meses, num regime semiaberto.