Quem será o eleito? Segunda vaga do Senado é ainda a grande incógnita na eleição em Rondônia

A grande incógnita na disputa eleitoral em Rondônia é sobre a segunda vaga ao Senado. Quem a ocupará? A primeira, pelo menos ao que indicam todas as pesquisas consideradas sérias, já seria do ex governador Confúcio Moura, bem à frente dos demais concorrentes.

Guerra pelo dinheiro do Fundo Partidário divide mundo feminino da política rondoniense

Não foi por falta de aviso! Há poucos dias, a coluna divulgou que estava havendo muitos protestos, principalmente entre mulheres candidatas, que não foram aquinhoadas com recursos do Fundo Partidário, dentro do que esperavam e do que lhes foi prometido. 

Expedito tem diferença de seis pontos a mais que a soma de Acir e Maurão. E, nesta terça tem debate na TV

Não houve surpresa na segunda pesquisa do Ibope, sobre números da disputa ao Governo de Rondônia, anunciada ontem à noite pela TV Rondônia/Rede Globo. O tucano Expedito Júnior mantém uma boa dianteira, em relação aos seus dois principais concorrentes, Acir Gurgacz e Maurão de Carvalho.

O dia D do antes da eleição e o injusto fundo partidário para as mulheres

Há algumas nuances que se destacarão, daqui para a frente, nesse curto período eleitoral de 2018 e, ainda, dificuldades a serem superadas dentro das coligações. Uma envolve os prazos pré eleitorais,

O dia D do antes da eleição e o injusto fundo partidário para as mulheres

Há algumas nuances que se destacarão, daqui para a frente, nesse curto período eleitoral de 2018 e, ainda, dificuldades a serem superadas dentro das coligações. Uma envolve os prazos pré eleitorais,

É uma legislação que ignora que o eleitor e seu voto são o mais importante numa eleição

Para quem não é especialista, a legislação eleitoral está cada vez mais complicada e, nos detalhes, mais repressiva e intolerante. Agora, o TSE proíbe até que seguidores de candidatos impulsionem publicações na internet, em favor  daquele nome a quem querem ver eleito. É uma coisa absurda atrás da outra.

Acidentes de trânsito superlotam hospitais. Internações chegam a 40 casos por dia

Os números apavoram! Demonstram, por si só, a deficiência da estrutura de saúde pública, principalmente em nível municipal, na saúde básica, mas também em relação à estadual, na medida em que não há como atender a tantos doentes

Eles chegam destruindo tudo, amparados na lei. Até quando essa excrescência jurídica vai prevalecer?

Eles chegam de surpresa. Não têm ordem judicial, mas são protegidos por uma lei que lhes dá direitos incríveis sobre o restante da população e em relação ao próprio estado democrático de direito. Fortemente armados, são polícia, procurador de Justiça e Juiz. Tudo ao mesmo tempo.

Eles chegam destruindo tudo, amparados na lei. Até quando essa excrescência jurídica vai prevalecer?

Eles chegam de surpresa. Não têm ordem judicial, mas são protegidos por uma lei que lhes dá direitos incríveis sobre o restante da população e em relação ao próprio estado democrático de direito. Fortemente armados, são polícia, procurador de Justiça e Juiz. Tudo ao mesmo tempo.