"O crime organizado não tem como vencer o Poder Público organizado", diz Moro

O prazo de permanência, segundo a portaria, poderá ser prorrogado se houver necessidade.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, disse ao jornal O Estado de S. Paulo nesta sexta-feira, 4, que a decisão de encaminhar a Força Nacional para o Ceará foi tomada após uma "ponderada avaliação" e que as forças de seguranças federais vão atuar de forma integrada com as estaduais para "servir e proteger a população" cearense.

"O crime organizado não tem como vencer o Poder Público organizado", disse Moro, após publicar uma portaria em que autorizou o envio e permanência por 30 dias de 300 homens e 30 viaturas da Força Nacional. O prazo de permanência, segundo a portaria, poderá ser prorrogado se houver necessidade.

Ainda na noite de ontem, Moro já havia determinado que a Polícia Federal, a Rodoviária Federal e o Departamento Penitenciário Nacional (Depen) tomassem as providências necessárias para auxiliar as autoridades cearenses no combate aos atos de violência ocorridos ao longo do dia na capital Fortaleza.

- Fonte: Estadão Conteúdo


Imprimir   Email

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar