Faturamento do varejo cresce 5,9% em agosto e atinge a maior cifra para o mês desde 2013

As vendas do comércio varejista no Estado de São Paulo seguiram a trajetória ascendente e atingiram R$ 57,5 bilhões em agosto, alta real de 5,9% em comparação ao mesmo período de 2017. Foi a maior cifra para o mês desde 2013. No ano, o faturamento real do setor cresceu 5,3%, o que representa um montante de R$ 22 bilhões superior ao obtido no mesmo período de janeiro a agosto de 2017. No acumulado de 12 meses, registrou alta de 5%.

Convênio de Rondônia com Prevcom é aprovado pela Previc

A Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc) aprovou o convênio firmado entre o governo de Rondônia e a Fundação de Previdência Complementar do Estado de São Paulo (SP-Prevcom). A medida, publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira (6/11), vincula os novos concursados ao plano de benefícios Prevcom RO dos servidores públicos rondonienses.

SUFRAMA discute guerra fiscal com universitários

As consequências da disputa entre Estados para instalação de empresas em seus territórios por meio da concessão de incentivos fiscais e financeiros estão sendo debatidas na V Semana de Economia da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) cujo tema é a "Guerra Fiscal: Impactos Econômicos na Amazônia".

Para tornar as ações mais eficientes, Bolsonaro estuda fim do Ministério do Trabalho

A equipe de transição do presidente eleito, Jair Bolsonaro, estuda extinguir o Ministério do Trabalho. Há várias alternativas em avaliação para que a condução dos temas ligados à área do emprego e renda seja conduzida de forma mais eficiente do que concentrada numa única pasta.

Em outubro o preço do combustível em Porto Velho aumentou 2,47%

O litro da gasolina comum, com preço médio de R$4,73 teve uma queda de 1,44% no mês de outubro em comparação com o mês de setembro. Já, no comparativo com o mês de outubro de 2017, o preço da gasolina comum aumentou em 23,41%.

Banco Central diz que diminuíram incertezas para a economia

Passadas as eleições, Banco Central destacou que diminuíram as incertezas para a economia brasileira, com redução de preços de ativos, como o dólar  (Arquivo/Wilson Dias/Agência Brasil)

Após as eleições, o Banco Central destacou que diminuíram as incertezas para a economia brasileira, com redução de preços de ativos, como o dólar. A afirmação consta na ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC), divulgada hoje (6), em Brasília. Na última semana, o comitê decidiu manter a taxa básica de juros, a Selic, em 6,5% ao ano.

Petrobras fecha terceiro trimestre com lucro líquido de R$ 6,6 bilhões

Lucro líquido da Petrobras é de R$ 6,6 bilhões   (Fernando Frazão/Agência Brasil)

A Petrobras fechou o terceiro trimestre do ano com um lucro líquido de R$ 6,6 bilhões, resultado 371% superior aos R$ 266 milhões obtidos no mesmo período no ano passado.

Inflação para famílias com renda mais baixa sobe de 0,2% para 0,53%

Vitória (ES) - Supermercados lotados com filas nos caixas e na entrada funcionam com horário reduzido (Tânia Rêgo/Agência Brasil)

O Índice de Preços ao Consumidor-Classe 1 (IPC-C1), que mede a variação da cesta de compras para famílias com renda até 2,5 salários mínimos, registrou inflação de 0,53% em outubro.

Bolsonaro diz ver com ‘desconfiança’ idéia de Guedes para a Previdência; e descarta recriação da CPMF

O presidente da República eleito, Jair Bolsonaro (PSL), disse nesta segunda-feira, 5, que ainda “não está batido o martelo” sobre a reforma da Previdência com o economista Paulo Guedes, seu futuro ministro da Economia. Ele disse ver com “desconfiança” a idéia de substituir o modelo atual por um que pressuponha uma poupança individual do trabalhador.