Autor do tiroteio do bar da Califórnia é morto no incidente

Membro das forças de segurança patrulha local do tiroteio em Thousand Oaks.

Pelo menos 11 pessoas ficaram feridas em um tiroteio em um bar da cidade de Thousand Oaks, Califórnia, cujo autor morreu no interior do local, informou nesta quinta-feira a imprensa americana.

O indivíduo, do qual se desconhece a identidade, morreu no interior do bar Borderline, onde começou o tiroteio por volta das 23h20 de ontem (horário local, 5h20 de hoje em Brasília), sem que por enquanto se tenha informado de mais detalhes sobre sua morte.

Um porta-voz do escritório do xerife do condado de Ventura, onde fica o local, confirmou que as 11 pessoas foram hospitalizadas, embora por enquanto não se saiba a gravidade dos ferimentos das vítimas.

Não se descarta que o número de vítimas aumente, segundo o porta-voz, que acrescentou que um dos feridos é um policial.

Inicialmente, o Corpo de Bombeiros de Ventura explicou que o tiroteio no bar Borderline tinha deixado "vários feridos".

"Por favor, afastem-se da área. Incidente de segurança em andamento. Informações de vários feridos. Os detalhes ainda são desconhecidos", informou o Corpo de Bombeiros no Twitter.

Uma testemunha disse à emissora "ABC" que viu um suspeito, com barba e chapéu, jogar uma bomba de fumaça e atacar um vigia, antes de atirar indiscriminadamente.

"As pessoas tentavam sair pelas janelas", acrescentou a testemunha.

Um porta-voz do escritório do xerife do condado afirmou que se ignora, por enquanto, o número de feridos e que se acredita que no momento do ataque havia perto de cem pessoas no local.

No bar, o maior de música ao vivo da região, acontecia na noite da quarta-feira uma festa "country" para universitários.

Thousand Oaks fica a cerca de 60 quilômetros a noroeste do centro de Los Angeles e não muito longe das áreas de Calabasas e Malibu.

- Por Agência EFE


Imprimir   Email

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar