Empresário mais rico da Tanzânia é sequestrado

O empresário Mohammed Gulamabbas Dewji, presidente do conglomerado MeTL Group e considerado o mais rico da África, foi sequestrado nesta quinta-feira em seu país, Tanzânia, informaram fontes oficiais.

"Falei com seu pai. A informação sobre a ação contra nosso amigo Mo (nome pelo qual Dewji é chamado afetuosamente) é certa", confirmou o ministro de Meio Ambiente tanzaniano, January Makamba, através de sua conta no Twitter.

O empresário de 43 anos foi capturado no começo desta manhã por bandidos encapuzados em Dar es Salam, de acordo com a informação coletada pela imprensa local.

O fato aconteceu nas proximidades do luxuoso hotel Colosseum, onde Dewji ia habitualmente à academia.

As testemunhas dos fatos estão sendo interrogados pela Polícia tanzaniana, mas ainda não são conhecidos mais detalhes.

Segundo a imprensa especializada, a fortuna de Dewji chega a US$ 1,5 bilhão. O empresário também já foi deputado em seu país (2005-2015) e patrocina atividades filantrópicas contra a pobreza.

Fonte: Agência EFE


Imprimir   Email

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar