Grupos de debates no Sínodo pedem reflexão maior sobre abusos e sexualidade

Os participantes do Sínodo dos Bispos sobre a juventude pediram formalmente que o escândalo dos abusos seja investigado e, com isso, abriram uma reflexão sobre o tema da sexualidade.

O Vaticano publicou nesta terça-feira as primeiras relações com as propostas dos "Círculos Menores" - 14 sínteses, em seis línguas, com as ponderações de 267 padres sinodais, especialistas e jovens -, após as discussões da primeira semana sobre o "Instrumentum Laboris", documento base desta reunião. Um grupo de língua inglesa sugeriu que o tema do abuso sexual infantil na Igreja seja abordado com mais força.

"Esse escândalo ameaça a credibilidade da Igreja e deve ser abordado de forma profunda, reconquistando a confiança dos fiéis, sem se esquecer o que já foi feito pela Igreja para combater e prevenir esse crime e evitar outras faltas catastróficas", diz o texto.

Outra congregação, também de língua inglesa, propôs uma melhor redação do documento final, que será votado no próximo dia 27. Conforme essa análise, o escândalo atingiu o trabalho da Igreja em quase todos os aspectos.

"Uma Igreja na qual não se pode confiar é simplesmente incapaz de chegar aos jovens de maneira efetiva", defendeu o grupo, que pediu ações concretas para abordar o assunto.

Entre as observações das congregações em italiano, está a questão dos prejuízos que os escândalos da Igreja causaram. Também nestas propostas para o documento final foi aberta uma reflexão sobre como a juventude entende a sexualidade hoje.

"É necessário reformar todo o tema dos desafios antropológicos e ser feita a revisão de temas importantes como amor, sexualidade, figura feminina e ideologia de gênero", defendeu outro coletivo.

Alguns participantes dos grupos em espanhol, por sua vez, disseram ser necessário saber o que a Igreja pensa dos jovens, assumir atitudes preventivas e dar sinais de credibilidade. "Sem isso, nada mudará", destacaram.

Fonte: Agência EFE


Imprimir   Email

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar