CIDH responsabiliza Estado brasileiro por mortes em explosão ocorrida em 1998

A Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) anunciou nesta quinta-feira que apresentou à CorteIDH um caso sobre o Brasil, ao considerar que o Estado brasileiro falhou ao não proteger a vida de 64 pessoas que morreram pela explosão de uma fábrica clandestina de fogos de artifício em 1998, na Bahia.

A um mês do exame, ansiedade marca alunos que farão Enem

Provas para 5,5 milhões em todo o país serão em 4 e 11 de novembro

Conheça as maiores atribuições dos principais cargos eletivos do governo

Presidente: é a principal autoridade do Poder Executivo e representante máximo do povo. É eleito por voto majoritário e tem direito à reeleição. É o presidente quem define e executa as políticas públicas nacionais.

Toffoli volta a decidir contra autorização para entrevista de Lula

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, voltou a impedir entrevista de Lula - Antônio Cruz/ Agência Brasil

Apartamentos, veículos e aeronave, frutos da Operação 'Lava Jato' vão a leilão

Os imóveis que estão disponíveis para serem arrematados pertencem a Sérgio Cabral.

Finalistas do Prêmio SomosCoop Melhores do Ano

A comissão julgadora do Prêmio SomosCoop - Melhores do Ano divulgou nesta segunda-feira (01/10) a relação das finalistas do certame em 2018. Minas Gerais registrou cinco cooperativas na fase final da premiação, uma a mais do que na última edição do prêmio, em 2016.

Empresas não podem direcionar votos de trabalhadores, alerta MPT

O Ministério Público do Trabalho (MPT) divulgou uma nota alertando empresas, trabalhadores e a sociedade que empregadores não podem coagir ou adotar qualquer medida para direcionar os votos de seus funcionários.

Ciro e Alckmin no ataque para assumir terceira posição

Ciro diz que cena política parece uma dança à beira do precipício (Foto: Marco Silva/AE)

Na tentativa de romper com a polarização, pedetista e tucano se apresentam como terceira via

MEC pede alteração do início do horário de verão por conta do Enem

Com o início do horário de verão, os relógios em dez estados e no Distrito Federal devem ser adiantados em uma hora. A avaliação do MEC é que a alteração no horário poderia gerar confusão, fazendo com que candidatos possam perder o exame por conta da alteração no horário.