Expedito quer aproveitar proposta de Vinicius para assistência social

Candidato diz que proposta de Vinicius Miguel, da Rede, vai enriquecer seu plano de governo

O conceito defendido pelo ex-candidato ao governo pela Rede Sustentabilidade, Vinicius Miguel, para a assistência social, pelo qual ele prega que o setor deve ter as importâncias de um aliado do desenvolvimento humano e social, e não meramente uma política assistencialistas, agradou o candidato a governador Expedito Junior, vitorioso no primeiro turno, que pretende conversar com o candidato da Rede, a quem solicitará autorização para fundir as duas propostas.

Na semana anterior às eleições do primeiro turno, Expedito Junior se reuniu com o Conselho Estadual de Assistência Social de Rondônia, juntamente com os conselhos estaduais dos Direitos da Mulher e dos Direitos dos Idosos, quando recebeu uma série de sugestões e se comprometeu que, se eleito, ficaria a cargo do Conselho de Assistência Social juntamente com os demais conselhos a escolha do titular da pasta de Ação Social do governo.

Após tomar conhecimento da proposta de Vinicius Miguel para a assistência social, Expedito Junior concluiu que pode avançar muito acatando as sugestões dos conselhos, com o modelo de assistência defendido pelo candidato da Rede.

Vinicius destaca em seu plano a efetiva participação da população na gestão dos sistemas municipais de assistência social e na divisão de responsabilidades junto aos governos. Para ele, todos devem ter a proteção que necessitam do Estado, com especial atenção as pessoas e a família, que são a base da sociedade.

"Não vejo demérito algum aproveitar a proposta de um ex-adversário. Minha equipe tem estudado o plano de governo dos outros candidatos que não passaram para o segundo turno. Se houver algo compatível com nosso projeto para Rondônia, poderemos aproveitar sim. O importante é buscarmos ações que possam se traduzir em melhorias de condições de vida para nosso povo. Como sempre tenho dito, não serei governador de mim mesmo. Tenho que governar para nossa população", explicou.

- Assessoria


Imprimir   Email

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar