PP, Patriota, DC, PRB e PSDB anunciam neutralidade no 2º turno

Por enquanto, a maioria dos partidos decidiu se manter neutra

Os partidos derrotados no primeiro turno começaram a definir quem irão apoiar no segundo turno das eleições presidenciais. Por enquanto, a maioria decidiu se manter neutro.

PP, Patriota, DC, PRB e PSDB declararam posição de neutralidade quanto à disputa do segundo turno entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT), liberando os militantes para apoiar qualquer um dos dois candidatos.

Embora também tenha declarado “neutralidade”, o partido Novo ressaltou que os integrantes da sigla são “absolutamente contrários ao PT”.

Já representantes de três siglas, PSB, PSOL e PPL, manifestaram apoio à candidatura de Fernando Haddad. Até agora, apenas o PTB declarou apoio ao candidato Jair Bolsonaro.

As diferenças regionais pesam nesta definição. Siglas com chances no segundo turno de eleger governadores preferiram não declarar apoio na disputa presidencial sob o risco de ampliarem suas divisões internas.

No PSDB, por exemplo, o ex-prefeito de São Paulo João Doria, que disputa o segundo turno, apoia Bolsonaro. Já outros nomes do partido preferem se manter neutros por não concordarem com visões do candidato do PSL.

Outras lideranças ainda não se posicionaram oficialmente, porém informalmente já deram sinais de como irão atuar quanto à disputa do segundo turno. O PDT, de Ciro Gomes, terceiro na disputa presidencial, deve assumir um “apoio crítico” à candidatura de Fernando Haddad.

Partidos como Rede, DEM, PR, Solidariedade, PSD, PV e MDB ainda não se posicionaram e devem se manifestar nos próximos dias.

(Fontes: EBC - Reprodução/Agência Brasil)


Imprimir   Email

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar