Assembleia apoia movimento de entidades contra aumento da energia

Protesto acontece nesta sexta-feira em várias cidades do Estado

A Assembleia Legislativa de Rondônia está dando total apoio ao movimento que acontece nesta sexta-feira em várias cidades do Estado em protesto contra o aumento abusivo da energia elétrica. O presidente Laerte Gomes (PSDB) colocou a Casa de Leis a disposição das entidades que estão organizando os protestos e reafirmou seu empenho junto a bancada federal para que o reajuste seja revisto.

Em Ji-Paraná, onde cumpre agenda neste final de semana, Laerte Gomes confirmou que participa na próxima semana de audiência da bancada federal com o ministro das Minas e Energia, Bento Albuquerque. Na última quinta-feira ele esteve reunido com a deputada federal Silvia Cistina (PDT), pedindo apoio à bancada em Brasília. Dias antes, Laerte Gomes já havia participado de reunião com o senador Marcos Rogério (DEM) solicitando que fosse agendado também encontro com dirigentes da Aneel para tratar sobre o reajuste abusivo. “Não podemos nos calar diante desse verdadeiro roubo em nosso Estado em meio a uma grave crise de desemprego. Rondônia produz boa parte da energia no país e não pode ser penalizada com esse aumento abusivo”, afirmou.

Durante a semana, Laerte Gomes se pronunciou em diversas entrevistas na Capital do Estado contra o aumento e afirmou que já nos próximos dias irá convocar audiência pública para aprofundar as discussões. Os relatórios irão subsidiar ações judiciais e ainda o trabalho de deputados federais e senadores em Brasília, que também se mobilizam contra esse “intolerável reajuste”.

Na manifestação que acontece em Porto Velho, às 16 horas, na Avenida 7 de Setembro com Farquhar, o deputado Marcelo Cruz (PTB) irá representar o Poder Legislativo e garantirá apoio total ao movimento.

Os protestos desta sexta-feira são organizados pelo Conselho Estadual de Defesa do Consumidor do Estado de Rondônia (Condecon), juntamente com diversas entidades da sociedade civil.

 

Spread the love

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *