Atos antidemocráticos defendem intervenção militar e nova Constituição

Atos antidemocráticos defendem intervenção militar e nova Constituição

Eles também defendem a criminalização do comunismo e fazem ataques ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Em manifestação neste domingo (21) na Esplanada dos Ministérios, apoiadores do presidente Jair Bolsonaro exibem faixas e bandeiras com mensagens de teor antidemocrático, pedindo intervenção militar e elaboração de uma nova Constituição. Eles também defendem a criminalização do comunismo e fazem ataques ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Veja imagens do jornalista George Marques:

Ainda no lado direito da Esplanada na manifestação pro-Bolsonaro, há cartazes que pedem intervenção militar. Estão dispostos em frente à Bibiioteca Nacional enquanto apoiadores participam de um culto que foi programado pelos apoiadores do presidente.

Ver imagem no Twitter
Ver imagem no Twitter
Ver imagem no Twitter
Ver imagem no Twitter
Ver imagem no Twitter
Ver imagem no Twitter

O presidente Bolsonaro não participa dos atos deste final de semana. Ele partiu no início da manhã para o Rio de Janeiro para agenda pessoal na Brigada de Infantaria Paraquedista, segundo a assessoria de imprensa. A viagem não estava prevista na agenda oficial.

A Polícia Militar montou um esquema de segurança para separar os dois grupos com um cordão de isolamento e evitar confrontos. Apoiadores do governo se concentraram no Museu da República e seguem até o Ministério da Saúde, de onde retornarão pela mesma via. Os não apoiadores, concentrados no Teatro Nacional, se dirigem ao Ministério da Justiça e retornarão pelo mesmo local.

Além disso, a estrutura organizada para hoje impede aglomeração na Praça dos Três Poderes, onde os manifestantes pró-governo costumam se reunir para encontrar o presidente. Os atos seguem pacíficos e sem intercorrências.

No Twitter, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), afirmou que o ato em defesa do presidente transcorreu sem incidentes e disse que não pode ser enquadrado como antidemocrático.

Mais uma manifestação sem incidentes com a PM, com muitas senhoras e família, todos vestindo as cores da bandeira do Brasil. Não é possível que isto seja visto como antidemocrático.

Por Congresso Em Foco

Faça seu Comentário