Boletim covid-19 em Rondônia

Dos 16.499 casos de Covid-19 em Rondônia, 10.344 são em Porto Velho

A agência estadual de vigilância em saúde (Agevisa) e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), divulga os dados referentes ao coronavírus (Covid-19) no Estado.

Na terça-feira (23) foram consolidados os seguintes resultados para Covid-19 em Rondônia:

Casos confirmados – 16.499
Pacientes recuperados – 6.455
Óbitos – 444
Pacientes internados na Rede Estadual de Saúde – 257
Pacientes internados na Rede Privada – 98
Pacientes internados na Rede Municipal de Saúde – 46
Total de pacientes internados – 401
Testes Realizados – 57.643
Aguardando resultados do Lacen – 1.966

No Estado, os números de casos confirmados, recuperados e de óbitos, desde o primeiro registro em 20 de março até hoje (23 de junho), por Covid-19 são:

TOTAL DE CASOS EM RONDÔNIA – 23/06/2020
MUNICÍPIOSCASOS CONFIRMADOSRECUPERADOSÓBITOS
Porto Velho10.3442.732317
Guajará-Mirim1.04252442
Ariquemes100165719
São Miguel do Guaporé6865346
Candeias do Jamari4062978
Ji-Paraná3602479
Jaru3561545
Vilhena3291484
Rolim de Moura2371122
Cacoal2161962
Nova Mamoré160515
Ouro Preto do Oeste1601123
Pimenta Bueno131813
Itapuã do Oeste94720
Buritis84322
Alta Floresta D’Oeste79390
Cujubim67461
Machadinho D’Oeste59281
Mirante da Serra50261
Monte Negro49231
Alto Paraíso43203
Espigão D’Oeste41372
Nova União36150
São Francisco do Guaporé35301
Alto Alegre dos Parecis33281
Campo Novo de Rondônia33202
Colorado do Oeste3170
Vale do Anari31190
Seringueiras2510
Cerejeiras24132
Governador Jorge Teixeira24170
Urupá24220
Pimenteiras do Oeste23150
Costa Marques1880
Novo Horizonte do Oeste16121
Castanheiras1520
Vale do Paraíso15110
Cacaulândia1450
Presidente Médici1370
Theobroma1340
Alvorada D’Oeste1231
Chupinguaia1280
Rio Crespo1150
Santa Luzia D’Oeste11100
São Felipe D’Oeste920
Nova Brasilândia D’Oeste880
Primavera de Rondônia550
Corumbiara430
Teixeirópolis420
Cabixi330
Ministro Andreazza220
Parecis100
Rondônia16.4996.455444

ÚLTIMAS 24 HORAS

Em Rondônia, nas últimas 24 horas foram registrados os seguintes resultados para Covid-19:

ÚLTIMAS 24 HORAS
MUNICÍPIOSCASOS CONFIRMADOSÓBITOS
Porto Velho43610
Guajará-Mirim771
Ariquemes180
São Miguel do Guaporé90
Candeias do Jamari150
Ji-Paraná-40
Jaru301
Vilhena210
Rolim de Moura110
Cacoal70
Nova Mamoré40
Ouro Preto do Oeste70
Pimenta Bueno60
Itapuã do Oeste10
Buritis30
Alta Floresta D’Oeste30
Cujubim10
Machadinho D’Oeste60
Mirante da Serra30
Monte Negro20
Alto Paraíso20
Espigão D’Oeste00
Nova União00
São Francisco do Guaporé00
Alto Alegre dos Parecis10
Campo Novo de Rondônia20
Colorado do Oeste20
Vale do Anari10
Seringueiras10
Cerejeiras00
Governador Jorge Teixeira-10
Urupá00
Pimenteiras do Oeste40
Costa Marques00
Novo Horizonte do Oeste00
Castanheiras00
Vale do Paraíso00
Cacaulândia00
Presidente Médici10
Theobroma10
Alvorada D’Oeste00
Chupinguaia00
Rio Crespo20
Santa Luzia D’Oeste00
São Felipe D’Oeste00
Nova Brasilândia D’Oeste00
Primavera de Rondônia00
Corumbiara00
Teixeirópolis00
Cabixi00
Ministro Andreazza00
Parecis00
Rondônia67212

Hoje (23) foram confirmados 12 óbitos por Covid-19 em Rondônia, 10 em Porto Velho, sendo três mulheres (30, 59 e 63 anos); sete homens (32, 54, 55, 63, 67, 69 e 78 anos); um homem de 68 anos de Guajará-Mirim e uma mulher de 75 anos do município de Jaru.

Após investigação epidemiológica, foram constatados registros a mais para os municípios de Ji-Paraná e Governador Jorge Teixeira, em decorrência de duplicidade de registros e casos pertencentes a outros municípios. Os dados já foram ajustados no sistema. Estatisticamente, deve-se considerar que há registros a mais na edição anterior, referente a tais municípios.

OBSERVAÇÕES

  1. Os dados diários podem sofrer alterações;
  2. Os casos e óbitos notificados/ocorridos após meio dia serão divulgados no boletim do dia seguinte.
  3. Os óbitos precisam ser investigados, ficando portanto, as informações, passíveis de alteração para mais ou para menos, bem como o provável local de infecção.

A Agevisa ressalta que os dados não são lidos e atualizados imediatamente pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs), por isso há atraso (delay) no registro de casos que estão sendo acompanhados diariamente por equipes de saúde nos municípios.

Para informações sobre internados por unidades de saúde e municípios, assim como os demais detalhes, acesse o Painel Interativo da Covid-19 em Rondônia, através do endereço: covid19.sesau.ro.gov.br.

Fonte: Agevisa

CN

Fauci nega que Trump tenha pedido menos testes para covid

Presidente dos EUA deu declaração de reduzir testes durante comício político. Diretor disse não ter recebido nenhuma orientação das autoridades

O diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos, Anthony Fauci, negou nesta terça-feira (23) que tenha recebido ordem do presidente do país, Donald Trump, para reduzir o número de testes de detecção do novo coronavírus e garantiu que a quantidade será aumentada.

O epidemiologista participou hoje de uma audiência de um comitê da Câmara de Representantes, em que foi questionado sobre os recentes comentários do chefe de governo, que durante comício na cidade de Tulsa, no sábado, revelou ter pedido a diminuição nos exames.

“Pelo contrário, vamos fazer mais testes, não menos”, garantiu Fauci.

“A nenhum de nós recebeu pedido para reduzir os testes. Isso é simplesmente um fato: vamos fazer mais testes”, disse.

O diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas garantiu que ele ou qualquer uma das outras três principais autoridades de saúde do país no combate ao novo coronavírus não receberam qualquer orientação para diminuir a capacidade de diagnóstico.

Aumento de casos pelos EUA

Durante os últimos dias, o número de casos de infecção pelo novo coronavírus aumentou em mais da metade dos 50 estados americanos. Alguns governadores e prefeitos, inclusive, têm precisado apelar para aumentar a rigidez das medidas de contenção.

Diante dessa alta, Trump vem associando a quantidade de casos com a relação de testes, apontando que não fazer o diagnóstico é uma forma de combater a doença. No sábado, em Tulsa, afirmou que os exames são uma “faca de dois gumes”, já que quanto mais são feitos, mais casos há, manchando a imagem dos EUA.

A porta-voz da Casa Branca, Kayleigh McEnany, diante da repercussão negativa das declarações do presidente, que está em campanha pela reeleição, garantiu que se tratava de uma brincadeira.

Hoje, no entanto, Trump voltou a fazer afirmação no mesmo sentido, contestando os testes em massa.

Fonte: R7

CN

CGE lança programa de controle social e fiscalização de recursos

Programa serve para descrever ações e medidas do governo durante a pandemia do coronavírus.

A Controladoria Geral do Estado (CGE) lançou, o Programa Rondoniense de Fortalecimento ao Controle Social – Covid-19 (Profocos). Publicada na página 14 do Diário Oficial do Estado, a Portaria nº. 106/2020 descreve um conjunto de ações e medidas de controle social durante a pandemia.

De caráter extraordinário, e envolvendo órgãos da Administração Pública estadual, cinco ações norteiam o programa de governo para fortalecer o controle social sobre a atuação governamental no enfrentamento à pandemia de coronavírus no estado.

A Ação 1 é a Escola de Formação de Auditores Sociais (Efas), com a promoção de cursos direcionados à sociedade com o objetivo de capacitar cidadãos interessados para atuarem no controle e monitoramento de gastos públicos no combate à Covid-19.

Os participantes receberão certificado dos cursos que acontecerão nos dias 30 deste mês, 7 e 14 de julho, com os respectivos temas como “Fiscalizar um Processo de Despesa da Covid-19”, “Fiscalizando um Termo de Referência sem Mistério”, e “Denúncia como Instrumento de Defesa de Direitos”. As inscrições estão abertas até a próxima sexta-feira (26), no endereço virtual www.escoladegoverno.ro.gov.br/cursos-abertos/.

CGE Responde é a Ação 2, onde a Controladoria lançará semanalmente um tema sobre despesas da Covid-19 nas redes sociais da CGE RO, os cidadão poderão fazer qualquer pergunta sobre o tema da campanha da semana. Todas as sextas-feiras, as perguntas serão respondidas ao vivo, em lives feitas pela CGE a partir da próxima sexta.

A Ação 3 é a Auditoria 360 Covid-19. Neste quesito, a CGE convocará a sociedade para contribuir com o planejamento da fiscalização de recursos da Covid-19 através de Edital de Chamamento de Interesse de Controle Social (Ecics) a ser publicado no Diário Oficial e nas redes sociais.

Desta forma, a sociedade poderá contribuir propondo ações no Plano de Auditoria, de acordo com o objetivo auditado, por meio de formulário eletrônico de fácil preenchimento, e o participante receberá em primeira mão o relatório final de auditoria por e-mail.

Na Ação 4, Transparência Proativa, acessando ao Portal da Transparência de Gastos da Covid-19, o cidadão poderá cadastrar o e-mail e escolher quais informações deseja receber prioritariamente. As opções serão:

I Novas contratações publicadas no Diário Oficial

II Processo Integral de Novas Despesas

III Boletim Semanal de Controle da CGE/RO

Chegará um link no e-mail cadastrado com aviso e informações atualizadas e em tempo real para que o usuário possa baixar, fiscalizar e cobrar. O serviço estará disponível a partir desta quinta-feira (25).

A 5ª e última medida prevista no programa é o Controle Integrado Covid-19. Nesta, a CGE disponibilizará, em parceria com a Escola de Governo, cursos on-line direcionados aos agentes públicos das prefeituras dos 52 municípios de Rondônia a respeito de temas importantes para o controle de despesas no combate à Covid-19. As inscrições já estão abertas até esta sexta-feira (26), no mesmo site da Escola de Governo.

Fonte: Controladoria Geral do Estado

CN

Dólar cai pela terceira sessão consecutiva e vale R$ 5,15

Queda de 2,26% da moeda norte-americana capturou apetite por risco no mundo após dados de atividade melhores que o esperado no exterior

O dólar caiu mais de 2,26% e registrou a terceira queda seguida ante o real nesta terça-feira (23). Com a movimentação, a moeda norte-americana passou a ser negociada por R$ 5,1531, menor patamar desde o dia 15 (R$ 5,1421).

Na sessão, a cotação da divisa oscilou entre baixas de 2,6%, a R$ 5,135, e de 0,84%, para R$ 5,2279. Na B3, o dólar futuro recuava 1,92%, a R$ 5,1535 no fechamento da sessão.

A queda da moeda norte-americana ao menor valor em mais de uma semana ocorreu em movimento que capturou novo dia de apetite por risco no mundo após dados de atividade melhores que o esperado no exterior e declarações favoráveis ao acordo comercial EUA-China.

No exterior, o índice do dólar contra uma cesta de moedas fortes cedia 0,2%, enquanto o euro e moedas como dólar australiano, peso mexicano e rand sul-africano se valorizavam na esteira do clima favorável a ativos mais arriscados.

Dados preliminares de atividade nos EUA e na Europa mostraram quedas menos intensas em junho, reforçando esperanças de que as principais economias possam se recuperar antes que o previsto do tombo causado pelos bloqueios decorrentes da crise de saúde da covid-19.

Além disso, o mercado se apegou a tentativas de autoridades dos EUA de “apagar o incêndio” causado na véspera pelo assessor comercial da Casa Branca, Peter Navarro, o qual disse que o pacto comercial entre EUA e China estaria “acabado”.

Ainda na segunda-feira, o presidente norte-americano, Donald Trump, afirmou que o acordo estava “totalmente intacto”. O diretor do Conselho Econômico Nacional dos EUA, Larry Kudlow, repetiu as palavras de Trump. E o próprio Navarro voltou atrás em suas declarações e disse que seus comentários foram interpretados “extremamente fora de contexto”.

No plano local, analistas chamam atenção para os movimentos nos mercados de câmbio e ações. Enquanto o dólar teve forte queda nesta terça, o Ibovespa não chegou a anular na sessão as perdas da véspera, quando o dólar também caiu.

“Uma das alocações que mais ‘andou’ esse mês foi o Comprado em Ibovespa e Comprado em Dólar. Estamos vendo alguma ‘realização de lucros’ destas posições nos últimos dois dias”, disse Dan Kawa, sócio da TAG Investimentos.

O Ibovespa subiu 0,67% nesta terça, após cair 1,28% na segunda, dia em que o dólar recuou 0,86%.

O real liderou com folga os ganhos entre as principais moedas nesta sessão. Analistas também atribuíram a força “extra” à sinalização mais cautelosa do Banco Central sobre novos cortes de juros, conforme ata da última reunião do Copom (Comitê de Política Monetária) publicada na manhã desta terça-feira.

No documento, o BC apontou que o país já estaria próximo do limite efetivo mínimo para a taxa básica de juros Selic, a partir do qual novos cortes seriam contraproducentes.

A Selic foi reduzida na semana passada a nova mínima recorde de 2,25% ao ano, e alguns no mercado veem taxa de juros ao fim de 2020 em 2% ou até menos. Quanto menor esse patamar, menor o retorno pago pelo Brasil em títulos de renda fixa, o que desestimula aplicação na renda fixa doméstica, já que outros emergentes têm juros mais altos e medidas mais baixas de risco.

Mas o Goldman Sachs acredita que um corte adicional da Selic em agosto ainda é provável, sem prejudicar em demasia o câmbio.

Para Alberto Ramos, diretor de pesquisas econômicas para a América Latina do banco privado, previsões de inflação para 2021 “muito confortáveis” e núcleos de inflação rodando abaixo de níveis compatíveis com cumprimento da meta sugerem que novo corte é mais provável do que não, “barrando mais elevações no prêmio de risco fiscal e/ou uma performance significativamente mais fraca para o real”, disse Ramos em nota.

Fonte: R7

CN

Semed lança chamada pública para adquirir alimentos da agricultura familiar

Produtos serão doados a alunos da rede municipal de ensino, seguindo legislação federal, através de kits alimentícios

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) lançou nesta terça-feira, 23, o Edital de Chamada Pública nº 02/2020, que autoriza a aquisição de gêneros alimentícios oriundos da agricultura familiar para serem distribuídos aos pais ou responsáveis pelos alunos matriculados nas escolas da rede municipal de ensino de Vilhena por meio da composição de kits alimentícios. Acesse o edital na página 3 do diário oficial pelo link: https://bit.ly/editalsemedalimentos2020.

A iniciativa integra o Programa de Alimentação Escolar (Pnae), obedecendo o artigo 14 da Lei Federal 11.947/2009, que determina que a aquisição dos gêneros alimentícios da agricultura familiar represente, no mínimo, 30% dos recursos repassado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Confira no link a seguir a íntegra da lei: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2009/Lei/L11947.htm

O secretário municipal de Educação, professor Willian Braga, explica que a doação desses alimentos terá cobertura legal através da Lei n° 13.987/2020, publicada no dia 07 de abril, que autoriza, em caráter excepcional, a distribuição tanto dos alimentos que já existem em estoque, quanto dos que vierem a ser adquiridos com recursos do Pnae, enquanto durar o período de suspensão de aulas em virtude do estado de emergência em Saúde. Consulte a lei completa no link: http://www.in.gov.br/web/dou/-/lei-n-13.987-de-7-de-abril-de-2020-251562793?inheritRedirect=true

“O FNDE continua repassando os recursos financeiros federais destinados à execução do Pnae para a secretaria. E o valor precisa ser investido da forma correta. Através da resolução de número 02/2020, que regulamenta a aquisição de produtos da agricultura familiar, fizemos chamada pública para adquirir esses alimentos que serão doados aos pais ou responsáveis pelos alunos das escolas municipais”, informa o titular da Semed. A íntegra da resolução está no link: http://www.in.gov.br/web/dou/-/resolucao-n-2-de-9-de-abril-de-2020-252085843

CHAMADA PÚBLICA – Poderão participar da chamada pública os interessados que exerçam profissão no ramo de atividade relacionada à compra. O valor estimado da despesa será de R$ 350 mil para a aquisição de legumes, frutas, verduras, mel, bolacha caseira, iogurte e geleia de polpa de fruta.

De acordo com a nutricionista Edilaine Andrade, do Departamento de Alimentação Escolar da Semed, os alimentos adquiridos pela licitação serão doados às famílias de alunos de escolas municipais conforme as necessidades levantadas pelos gestores de cada unidade escolar. Os locais, datas, horários e logística das entregas será definido também por cada escola com o intuito de evitar aglomerações..

Conforme as orientações para a execução do Pnae, o processo contará com acompanhamento geral do Conselho Municipal de Alimentação Escolar (CAE). Veja no link a seguir a cartilha do Pnae: https://www.fnde.gov.br/index.php/programas/pnae/pnae-area-gestores/pnae-manuais-cartilhas.

Fonte: Semcom

CN

Seas divulga calendário do Programa AmpaRO e prorroga prazo de cadastramento

Programa foi prorrogado para 30 de junho, e vai atender famílias em situação de extrema pobreza, que foram atingidas com impactos da pandemia do coronavírus.

As famílias beneficiárias do Programa de Transferência de Renda Temporária (AmpaRO) já podem consultar o calendário do benefício, que está disponível no portal e nos canais oficiais da Secretaria de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas). Nesta terça-feira (23), durante coletiva de imprensa, a primeira-dama e secretária da Seas, Luana Rocha, explicou que a iniciativa busca atender nesse primeiro momento mais de 48 mil famílias em situação de extrema pobreza.

“Nós nos unimos em parceria com a Caixa Econômica Federal para criar um programa que pudesse ajudar as famílias em situação de extrema pobreza. Disponibilizamos recurso de mais de R$ 37 milhões para atender as famílias do grupo mais vulnerável com renda per capta familiar de até R$ 89”, destacou Luana Rocha.

A secretária explicou ainda que a habilitação (primeira fase) do programa, que iniciou no dia 15 de junho, foi prorrogada até o dia 30, de forma que as famílias tenham mais tempo para fazer a habilitação no programa.

ENTENDA O CALENDÁRIO

O Calendário do programa pode ser acessado através deste link.  Nele, o usuário tem acesso às datas, que vão desde a divulgação dos nomes dos beneficiários, até a data de saque dos meses de julho, agosto e setembro. A partir do dia nove de julho, a Seas divulgará a Lista de Beneficiários Habilitados e Não-Habilitados (com erro no cadastro).

Os não-habilitados são aqueles usuários que na hora do preenchimento do cadastro colocaram alguma informação errada. Nesse caso, terão que fazer a alteração dos dados dentro do período disponibilizado no calendário, que vai do dia 10 ao dia 15 de julho.

PRIMEIRA PARCELA

A partir do dia 16 de julho estará disponível a primeira parcela de pagamento, para transações virtuais. É importante frisar que só conseguirá receber o valor quem estiver com todas as informações corretas no sistema. Já o saque diretamente na agência estará disponível a partir do dia 20 de julho.

APLICATIVO CAIXA TEM

A consulta do valor recebido na conta será feita através do aplicativo “Caixa Tem”, da Caixa Econômica Federal. O aplicativo foi criado para facilitar o acesso da população aos programas, serviços sociais e transações bancárias. O aplicativo funciona tanto em celulares com sistema Android, quanto IOs e o download pode ser feito na Play Store (Android) ou App Store (IOs).

COMO USAR:

  • Após baixar o aplicativo, o usuário irá acessar com o CPF e criar uma conta na hora. (Só poderão acessar aqueles que possuem uma conta na Caixa, os beneficiários do programa ampaRO terão suas contas abertas pelo Estado);
  • Para acessar informações da conta, fazer pagamentos ou transferências pelo aplicativo, o usuário deve colocar a senha de acesso e aguardar um SMS com o código, para confirmar a identificação;
  • Após a confirmação, é só utilizar os serviços;

O passo a passo para acessar o aplicativo está disponível nesta cartilha.

A superintendente do banco, Marina Aguilera, esteve presente na coletiva e elogiou a celeridade do Governo de Rondônia para a criação do Programa. Na oportunidade, explicou como funcionará o saque dos pagamentos. “Nós vamos abrir uma conta poupança social digital para cada beneficiário. É importante ressaltar que ambos os auxílios, Emergencial e do Programa AmpaRo, não entram em conflito um com o outro, sendo assim os beneficiários poderão ter acesso aos dois benefícios. Todo o processo pelo aplicativo é virtual, mas caso o usuário queira sacar o valor, ele deve verificar a data no calendário. Nesse caso os saques estarão disponíveis a partir do 20 do próximo mês, nas datas programadas de acordo com o final de cada NIS, para não gerar aglomerações”, enfatizou a superintendente da Caixa.

CALENDÁRIO DO PROGRAMA AMPARO

PASSO A PASSO APP CAIXA TEM 

Fonte: Secom-Ro

CN

Defesa de Witzel pede que Alerj suspenda processo de impeachment

Advogados alegam no pedido que há cerceamento do direito de defesa

A defesa do governador Wilson Witzel ingressou com pedido de suspensão do processo de impeachment na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). O pedido foi feito na tarde desta terça-feira (23), assinado pelos advogados Ana Tereza Basílio e Manoel Peixinho, dirigido ao presidente da Alerj, deputado Andre Ceciliano (PT).

Os advogados alegam no pedido que há cerceamento do direito de defesa e que o rito na Alerj carece de definição. Segundo a defesa, não estão juntados ao pedido de impeachment documentos que comprovem os fatos descritos na denúncia.

“Os processos administrativos 5.360/2020 e 5.328/2020 possuem apenas a descrição de suposições constantes em medida cautelar de produção de provas, mas não há qualquer elemento capaz de justificar e sustentar acusação com base em meras ilações, ainda que oriundas do Ministério Público Federal. Ora, não é possível a apresentação da uma defesa técnica quando a peça de acusação está despida dos mínimos elementos fáticos e jurídicos”, sustentam os advogados.

pedido de impeachment que pode afastar o governador do cargo foi feito pelos deputados Luiz Paulo e Lucinha, ambos do PSDB, que acusam Witzel de crime de responsabilidade. Segundo Luiz Paulo, pesa contra o governador, entre outros fatos, a decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) pedindo buscas e apreensões na Operação Placebo e mostrando que havia fortes indícios de corrupção com a participação de Witzel. 

Até a publicação desta matéria, o presidente da Alerj ainda não havia se pronunciado sobre o pedido de suspensão do impeachment. O governador Witzel já se pronunciou anteriormente, frisando que não fez nada de ilegal em sua gestão.

Fonte: Agência Brasil

CN

Semed descute estratégias para manter acesso de alunos às aulas

Com a suspensão das aulas presenciais em torno da pandemia do coronavírus, professores tem dificuldades em manter alunos com ensino à distância.

Ensino à Distância

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) desencadeou ações prioritárias de acordo com mapa de risco pedagógico e financeiro e realizou orientações para que as escolas da Rede Municipal de Ensino de Porto Velho promovessem estratégias possibilitando aos estudantes que continuem tendo acesso à educação, mesmo que de forma não presencial, pois com base em estudos e na legislação vigente é de extrema relevância que o estudante tenha a continuidade pedagógica para o prosseguimento de sua vida escolar.

A Rede Municipal de Educação possui 141 escolas e 46 mil alunos. As escolas do ensino fundamental estão desenvolvendo atividades pedagógicas não presenciais, contabilizando aproximadamente 32 mil alunos, no qual cerca de 16.500 estudantes da rede têm utilizado a ferramenta AVA (Ambiente Virtual de Aprendizagem). Alunos que enfrentam algum tipo de dificuldade para acessar a plataforma, recebem as atividades de forma impressa.

Os professores têm auxiliado os pais ou responsáveis com o envio de orientações didáticas, áudios e vídeos explicativos, via grupo de whatsapp e outros, diariamente, conforme horário de aula do aluno. As escolas de educação infantil têm desenvolvido atividades educativas de caráter lúdico, recreativo, criativo e interativo, para realizarem com as crianças em casa, enquanto durar o período de emergência, garantindo, assim, o atendimento essencial às crianças, evitando retrocessos cognitivos, corporais e socioemocionais.

Diante do desafio apresentado decorrente da COVID-19, identificou-se a necessidade de repensar a aprendizagem na perspectiva do ensino remoto, tendo o professor como mediador nesse processo e priorizando a flexibilização da aprendizagem a partir do currículo.

A priorização curricular tem contribuído na redução da desigualdade, diante da diversidade educacional gerada no período de pandemia, No retorno das aulas presenciais será aplicada uma avaliação diagnóstica que terá como finalidade identificar as dificuldades de aprendizagem, para que se tenha um ponto de partida e aplique intervenções pedagógicas com objetivo de realizar recuperação de conhecimento para os estudantes da rede.

O calendário escolar tem sido cumprido, sendo contabilizados horas letivas, em regime especial durante o período de distanciamento social, por meio de atendimento não presencial, dando continuidade no retorno presencial até a conclusão dos dias letivos necessários a computação da carga horária mínima anual estabelecida de 800 horas/aulas, seguindo toda orientação do Ministério da Educação, e ainda as Resoluções do Conselho Municipal de Educação de Porto Velho.

A Semed está realizando formações e capacitações aos profissionais da rede por meio do AVA Porto Velho, e de encontros por videoconferência. Estão sendo disponibilizadas às escolas formações sobre o uso de ferramentas interativas, desde uso de planilhas a formulários virtuais, Jornada Pedagógica Virtual com temas direcionados ao contexto atual e formação continuada sobre o Referencial Curricular de Rondônia.

Fonte: Semed

CN

Senado vota PEC de adiamento das eleições municipais de 2020

O Plenário do Senado realiza sessão remota nesta terça-feira (23) para votar a proposta de emenda à Constituição (PEC) que adia as eleições municipais de 2020 em face do avanço da covid-19 e das medidas preventivas de isolamento social adotadas no país. Os senadores pretendem votar ainda hoje os dois turnos, concluindo a análise e enviando a matéria para análise da Câmara.

O relator, senador Weverton Rocha (PDT-MA), propõe que o primeiro turno seja realizado em 15 de novembro e o segundo, em 29 de novembro.Um dispositivo do texto permite a realização de um turno suplementar em estados e municípios muito afetados pela pandemia até 27 de dezembro de 2020, conforme adiantou ontem o Congresso em Foco.

Assista ao vivo:

MP Sistema S

Também está na pauta a medida provisória (MP 932/2020) que, no texto original, corta pela metade a contribuição devida por empresas para financiar o Sistema S durante os meses de abril, maio e junho. Aprovada na Câmara como Projeto de Lei de Conversão 17/2020, a medida integra o pacote do governo federal para minimizar os impactos da pandemia de coronavírus na economia.

Os deputados restringiram o corte de 50% aos meses de abril e maio, mantendo as contribuições no valor cheio em junho. O Senado precisa referendar a alteração para remetê-la à sanção.

Fonte: Congresso em Foco

CN

Prefeitura investe em Jaci paraná, obras chegam a R$ 30 milhões

Santo Antônio Energia também apoiou, a empresa disponibilizou os recursos a título de compensação socioambiental.

Prefeitura investe no distrito de Jaci Paraná

O distrito de Jaci-Paraná, localizado no município de Porto Velho, recebeu vários investimentos em diversas áreas que impactam diretamente na melhoria da qualidade de vida dos moradores, especialmente na saúde. Investimentos que chegam em torno de 30 milhões em parceria com a prefeitura de porto Velho e Santo Antônio Energia. A empresa disponibilizou os recursos a título de compensação socioambiental, por causa da elevação da cota do reservatório da hidrelétrica de Santo Antônio.

UPA 24 horas de Jaci-Paraná

Um dos investimentos que foi inaugurado nesta segunda-feira (22), na parte da saúde da população do distrito, a UPA 24 horas. Totalmente reformado e ampliado, o Pronto Atendimento 24h que nunca tinha funcionado, conta com equipe de 50 profissionais, incluindo médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem dentre outros. Ali também vai funcionar uma unidade do Samu, que ganhou uma ambulância zero km. A Unidade vai beneficiar todos os distritos localizados ao longo da BR 364 e também Ponta do Abunã, na divisa com o Acre, atendendo cerca de 70 mil pessoas.

Para dá maior apoio ao homem do campo e fortalecer o setor produtivo, já que grande parte da população de Jaci-Paraná vive da agricultura, o distrito também ganhou um mercado do produtor rural, um caminhão Bitrem para o transporte de calcário, um caminhão basculante (caçamba) e uma retroescavadeira.

No âmbito da educação, o Prefeitura de Porto Velho entregou um ônibus, com configuração para viagens interestaduais, para fazer o transporte dos acadêmicos que moram em Jaci-Paraná e estudam na sede do município. Com isso, a gestão do prefeito Hildon Chaves atende a uma antiga reivindicação dos estudantes, que sofriam muito para chegar até a faculdade e muito mais para retornar aos seus lares.

Para os produtores rurais do distrito também foi entregue um mercado de produção rural, para apoiar o fortalecimento no setor produtivo já que grande parte da população de Jaci-Paraná vive da agricultura. A prefeitura também disponibilizou um caminhão Bitrem para o transporte de calcário, mais um caminhão basculante (caçamba) e uma retroescavadeira.

Recursos ainda foram investidos na construção da Praça, proporcionando mais lazer às famílias, e no asfaltamento de cerca de 11 km de ruas. Não foi definido, mas Hildon Chaves garante que em breve será construído um laticínio, o que também reforça o apoio aos produtores rurais da região.

Fonte: Comdecom

CN