Idaron finaliza campanha de declaração de rebanhos em Rondônia

Produtores inadimplentes, terão fichas bloqueadas por não terem feito declaração dentro do período.

A campanha de declaração obrigatória de rebanhos da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron) Iniciada no último mês de maio, depois de mais de 60 dias de prazo, chegou ao fim, na terça-feira (30).

O resultado foi comemorado pelo médico veterinário Júlio Cesar Rocha Peres, presidente da Idaron.

“O governo Marcos Rocha fez um grande esforço para possibilitar ao produtor fazer a declaração sem sair de casa, para prevenir contágio pela Covid-19. Graças a esse esforço, conseguimos a adesão de 96% do público, um resultado mais que satisfatório”, avaliou.

Os produtores inadimplentes, que não conseguiriam fazer a declaração dentro do período estabelecido, terão as fichas bloqueadas para movimentação e emissão de Guia de Trânsito Animal (GTA) e de documentos. “Contudo, em decorrência da condição de pandemia, permitiremos que os produtores procurem as unidades da Idaron, através de WhatsApp, formulários online ou pelo 0800 647 4337, para fazer sua declaração, para que evite a busca ativa in loco na propriedade. Ou seja, dia 15 de julho é o prazo final”, salienta Júlio Cesar Peres.

ÁREA LIVRE DE AFTOSA SEM VACINAÇÃO

A campanha de declaração de rebanhos faz parte das estratégias adotadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) para que Rondônia seja reconhecida internacionalmente como área livre de aftosa sem vacinação.

“É a contribuição do produtor para que o Estado mantenha o controle da qualidade do rebanho”, destaca Júlio Cesar.

Fonte: Idaron

Spread the love

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *