Motorista é preso após teste de ‘drogômetro’ em Ji- paraná, RO

De acordo com a PRF, essa foi a primeira prisão realizada com a ajuda do equipamento no estado. Drogômetro ainda não está regulamentado, mas pode ser usado como meio auxiliar de prova.

Anfetaminas e munições de arma de fogo foram apreendidas pela PRF em Ji-Paraná — Foto: PRF/Divulgação
Anfetaminas e munições de arma de fogo foram apreendidas pela PRF em Ji-Paraná

A Polícia Rodoviária Federal de (RO) abordou um homem que dirigia uma carreta na manhã desta sexta-feira (3) em Ji-Paraná após ser flagrado portando duas cartelas de anfetaminas, conhecidas como “rebite”. A prisão contou pela primeira vez com a utilização do “drogômetro” no estado.

Os agentes identificaram que o homem havia desrespeitado os horários previstos na Lei do Descanso, que protege o motorista contra horários e jornadas de trabalho extenuantes. Com ele, também foram encontradas duas cartelas de rebite, utilizadas para “disfarçar” o sono.

Com isso, o motorista foi convidado a fazer o teste de “drogômetro”, em um equipamento que consegue identificar até 15 tipos de drogas ilícitas através de gotículas de suor. Com o resultado positivo para cocaína, o homem foi preso pelo crime de trânsito de dirigir sob influência de substância psicoativa.

Em revista no caminhão, ainda foram encontradas 10 munições calibre 38, em embalagem comercial, que o caminhoneiro disse ter adquirido em Manicoré (AM) para entregar a um conhecido em Brasília (DF). Diante disso, ele também deve responder por porte ilegal de arma de fogo de uso permitido.

Drogômetro

O uso do equipamento para a aplicação de multas ainda não está regulamentado pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran), no entanto, por ser um aparelho aferido pelo Inmetro, o laudo pode ser usado como meio auxiliar de prova legalmente admitido.

Fonte: G1/RO

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *