Governo anuncia termo de cooperação com o Incra

O objetivo é avançar na regularização fundiária dentro do estado.

Em reunião Nesta segunda-feira (6), o governo de Rondônia anunciou o termo de cooperação técnica com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), através do qual o Governo vai contratar 35 técnicos que ficarão à disposição para acelerar a titulação de terras rurais no Estado. 

A meta do governo de Rondônia, juntamente com o governo federal, é entregar mais de 10 mil títulos rurais em 12 meses. O anúncio do termo de cooperação foi realizado através de videoconferência com a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Brasil (Mapa), Tereza Cristina.

Líder ruralista, Tereza Cristina será ministra da Agricultura
Ministra Tereza Cristina

A ministra destacou que através de iniciativas como essa em Rondônia, pode se tornar o case de sucesso em desenvolvimento agropecuário do Brasil. ‘‘É desta forma que Rondônia pode se tornar referência de modernidade na agropecuária’’, considerou.

Também participaram da reunião o presidente do Instituto Brasileiro de Reforma Agrária (Incra), Geraldo Ferreira de Melo Filho, e o secretário especial de Assuntos Fundiários, Luiz Antônio Nabhan Garcia, que parabenizaram o governo de Rondônia pela cooperação com o governo federal que vai dar celeridade à regularização fundiária.

O agronegócio é considerado o grande impulsionador da economia, mas tem o desafio de ser destravado através da entrega de títulos que dão condições para acesso ao crédito, aumento da produtividade no campo e amplo alcance de mercados. E é esse o esforço conjunto feito em Rondônia.

De acordo com o secretário de Estado da Agricultura (Seagri), Evandro Padovani, a entrega de títulos rurais é uma importante iniciativa para destravar o agronegócio, inibir o desmatamento e potencializar o avanço em sustentabilidade.

‘‘Foi elaborado esse termo de cooperação técnica, onde o Governo, através da Seagri, estará contratando 35 técnicos para trabalhar juntamente com o Incra, para dar celeridade da emissão dos títulos. Essas contratações são importantes, porque o quadro de servidores do Incra é defasado e a demanda é grande no Estado. E o governo do Estado vem estendendo sua mão para ajudar, uma vez que a regularização fundiária é prioridade’’, explica.

A Seagri está à disposição para colaborar com o Incra nos avanços da regularização fundiária rural no Estado, assim também como a Sepat, a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Rondônia (Emater) e a Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron). Todas as instituições estaduais envolvidas com o setor produtivo estão incumbidas de apoiar a grande ação de regularização fundiária em Rondônia.

Fonte: Secom-RO

Faça seu Comentário