MP intima Executivo e líder do governo explicar bagunça no portal da Câmara e da prefeitura

Falha em migração de dados chama atenção do MP; apenas o portal transparência da Câmara funciona  

Ao encerrar sua participação na sessão de segunda-feira (6) na Casa de Leis municipal, o professor vereador Aleks Palitot (PTB) alertou os Pares que o Ministério Público de Rondônia intimou o Executivo municipal sobre a falta de informação no seu portal da transparência.

O líder dos tucanos no Palácio Governador Jorge Teixeira, Alan Queiroz (PSDB) se explicou para a sociedade civil e para o parlamentar municipal, que a bagunça generalizada no que deveria ser um portal de informação da Casa e no portal transparência do Executivo, é devido o encerramento do contrato com uma empresa privada que administrava os sistemas.

#PODER | Site da Câmara de Porto Velho está fora do ar em plena era digital

Alan Queiroz relatou que há anos os sistemas da prefeitura e da Câmara, eram administrados por empresa de informatica denominada Ajucel. Na internet a empresa tem sede localizada ao lado do hospital central na capital portovelhense. Segundo Alan, o prefeito de Porto Velho Hildon Chaves (PSDB) indicou que o contrato fosse encerrado para cortar os gastos com a empresa privada.

O tucano também ressaltou que o contrato foi encerrado e o sistema que está sendo usado é o  e-Cidade, Software Público que está interligado com os órgãos de controle Tribunal de Contas e  Ministério Público. O problema é que até o momento os profissionais que estão na linha de frente para organizar as pastas, ainda estão se deparando com erros de migração de dados, segundo o político.

Mique Fonseca  

Spread the love

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *