Palácio do Rio Madeira passa por desinfecção

A Assepsia faz parte do enfrentamento contra o Coronavírus que tem aumentado na capital.

A Superintendência de Gestão dos Gastos Públicos Administrativos (Sugesp) volta a executar medidas de prevenção e controle à disseminação do novo coronavírus, no âmbito do Palácio Rio Madeira, no bairro Pedrinhas, em Porto Velho.

O conjunto palaciano é formado pelos prédios Pacaás Novos, Rio Cautário, Rio Machado, Rio Guaporé e Rio Jamari.

Assepsia durante mantém seguros servidores e público palaciano

A campanha da Sugesp, agora bem frequente, mobiliza servidores para a intensificação na limpeza; desinfecção química semanal e barreira sanitária.

“Ações preventivas são importantes e eficazes; estamos lidando com o invisível”, disse o superintendente, coronel Carlos Lopes.

Conforme explicou, as medidas coordenadas pela Sugesp permitem maior controle sobre o contágio da doença, que continua mundialmente estudado por instituições de saúde e governos.

Ao entrar nos prédios do Palácio Rio Madeira, servidor ou visitante são obrigados a passar pela triagem. Um tapete higienizador desinfetante encontra-se à sua frente, juntamente com álcool em gel. Funcionários verificam a temperatura da pessoa.

Lopes alerta as pessoas a respeito da “livre circulação do vírus” e apela para que cada uma faça a sua parte.

Fonte: Secom-Ro

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Faça seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: