Japão acrescenta mais 13 países em lista de restrição de viagens

Cidadãos e moradores do país são aconselhados a viajar para mais de 150 nações e cidadãos destes países também não podem entrar no Japão

O Governo do Japão acrescentou nesta quarta-feira (26) mais treze países, incluindo Belize e Trinidad e Tobago, à lista de nações para as quais recomenda não viajar devido à pandemia do coronavírus. Com as novas adições, a “lista negra” japonesa tem 159 países.

A medida anunciada pelo Ministério das Relações Exteriores costuma preceder uma ordem do Ministério da Justiça que proíbe a entrada de pessoas das nações incluídas na lista negra no Japão.

Em nota de imprensa, o Ministério de Relações Exteriores informou que, além das duas nações latino-americanas mencionadas, os países incluídos na lista são Butão, Etiópia, Gâmbia, Zâmbia, Zimbábue, Tunísia, Nigéria, Malauí, Sudão do Sul, Ruanda e Lesoto.

Todas essas nações estão incluídas no nível 3 das recomendações oficiais do Governo Japonês, que recomenda que cidadãos japoneses e residentes no país cancelem qualquer viagem que tinham a esses destinos.

O governo japonês já tinha adicionado a Europa, América do Sul, incluindo o Brasil e Estados Unidos na lista, como uma das medidas que vêm sendo adotadas desde que a pandemia do coronavírus começou a se espalhar pelo mundo.

De acordo com os últimos dados oficiais, mais de 63 mil pessoas no Japão foram infectadas e mais de 1,2 mil pessoas morreram.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Faça seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: