Comandante do 5ºBPM se reúne com lideranças do setor Chacareiro

O objetivo do encontro foi discutir sobre o novo modelo de ação da polícia militar

Porto Velho, RO – Foi bastante proveitosa à reunião do Comando do 5º Batalhão de Polícia Militar na manhã desta quinta-feira, 3, com dirigentes da Associação de Ação Popular Integrada de Hortifrutigranjeiros da União (AAPIHGU). O evento ocorreu na sede da Base de Policia Comunitária no bairro Jardim Santana, na Zona Leste da Capital.

O objetivo do encontro foi discutir sobre o novo modelo de ação da polícia militar e fazer com que a comunidade participe e a polícia seja mais atuante no enfrentamento no combate a criminalidade e resolver os problemas de segurança pública no bairro, em parceria com a comunidade.

– A reunião foi presidida pelo Comandante Major PM Renato Suffi e contou com a participação efetiva da diretiva da AAPIHGU e associados da entidade. Apesar da a ausência de associações criadas, mas, sem muita atuação nos quesitos reivindicatórios da periferia Leste, a mais distante do centro da cidade e já considerada ‘zona vermelha para o setor de segurança pública’, o encontro foi proveitoso, comentou um praça presente no local.

Sem pauta seleta, os participantes foram informados sobre o novo plano de ação policial que congrega todos os setores da região Leste, bem como o setor chacareiro Jardim Santana, Estrada dos Periquitos, Mariana e Ulysses Guimarães. Esses locais, segundo o Major Suffi, ‘devem receber mais atenção da segurança afeta do 5º BPM’.

Comandante Major PM Renato Suffi e Gabriela Camargo

Ao longo das discussões propostas, ventilou-se uma possível desativação da Base da Polícia Militar fincada na Rua Raimundo Cantuária, ao lado do prédio da Associação de Moradores local que não participou do encontro que discutiu valorosos encaminhamentos à autoridade policial no âmbito do Comando Geral da Polícia Militar do Estado.

Com sua ausência, o Major Suffi não descartou o suposto desmonte da Base da PM na área do Jardim Santana e região. Porém, a princípio, ele disse que ‘ao menos 75% das decisões já tomadas, por enquanto a Base não será desativada’. Na ocasião, a presidente da AAPIHGU, Gabriela Camargo, mostrou-se contrária a medida.

– Após os embates de praxe, o Comandante do 5º Batalhão de Policia Militar esclareceu que, todavia, a questão da segurança no Setor Chacareiro e região terão prioridades. Inclusive, com mais efetivos e viaturas, visto que, ‘a participação da comunidade sempre foi e será de fundamental importância no combate a criminalidade’.

Em rápido comentário sobre a importância da parceria entre Policia Militar e a comunidade, a presidente da AAPIHGU, Gabriela Camargo, disse que, ‘atualmente, a segurança pública em nossa região tem se mostrado eficiente a ponto da PM nos atender através de um número exclusivo diante do recrudescimento da criminalidade, nos últimos tempos’.  

Por Xico Nery | Redação/CN

Spread the love

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *