Advogados de Lula na mira da Polícia Federal

Investigados pela Polícia Federal, a dupla é acusada de comandar uma organização criminosa. As acusações contra eles é extremamente graves

“Esquema S”, em alusão ao sistema “S”, é o nome pela qual foi batizada a operação do Ministério Público Federal contra a organização criminosa que desviou R$ 151 milhões do Sistema “S” e da Fecomércio do Rio de Janeiro.

Os advogados de Lula, Roberto Teixeira e Cristiano Zanin, são classificados como “comandantes” da organização criminosa.

A dupla é acusada da prática dos seguintes crimes de estelionato, peculato, tráfico de influência, exploração de prestígio, corrupção ativa, corrupção passiva, lavagem de dinheiro, organização criminosa e sonegação fiscal.

Inúmeras provas foram obtidas, além das delações premiadas de Orlando Diniz e Sérgio Cabral.

Faça seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: