Fiscais do Detran flagram condutor embriagado na zona sul de Porto Velho

Condutor foi flagrado em momento de acidente, na avenida jatuarana zona sul. Teste do etilômetro comprovou teor alcóolico.

Uma equipe de agentes do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) Rondônia realizavam fiscalização ostensiva na avenida Jatuarana com a rua Geraldo Siqueira, na zona sul de Porto Velho, nesta quinta-feira (22), por volta de 10h, quando perceberam que o condutor de uma motocicleta, ao fazer a conversão, perdeu o domínio do veículo vindo a atropelar um funcionário prestador de serviço de uma empresa de telefonia que fazia manutenção na rede, sendo que o local estava devidamente sinalizado com cones.

O agente de trânsito, Tiago Galdino, juntamente com mais três agentes efetuaram a manutenção do tráfego, diminuindo o fluxo da via e procuraram saber como estava o estado de saúde dos envolvidos no acidente.

Segundo Galdino, a vitima sofreu cortes na perna, mas preferiu buscar atendimento na farmácia, dispensando o socorro médico oferecido pelos agentes. O condutor da motocicleta causador do acidente também dispensou ajuda médica, por estar bem.

“Quando estávamos tomando as medidas iniciais da ocorrência sentimos um odor alcoólico muito forte no condutor da motocicleta e ao ser indagado sobre os documentos de porte obrigatório, o mesmo alegou não possuir a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e nem o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV)”, afirmou o agente Tiago Galdino.

Diante da situação os agentes do Detran Rondônia tomaram as medidas legais cabíveis e acionaram o Policiamento de Trânsito (Ptran), que chegou ao local e ofereceu ao infrator o teste do etilômetro, sendo aceito. O resultado do teste foi de 0,88 mg/l. Os policiais lavraram o registro de ocorrência e encaminharam o motociclista à Central de Polícia. O veículo foi encaminhado ao pátio do Detran.

A Coordenadoria de Comunicação Social do Detran fez contato com a vítima, que contou com detalhes o ocorrido e lamentou a falta de responsabilidade do condutor da motocicleta que estava visivelmente embriagado, conduzindo o veículo, e que o atropelou, onde ele estava trabalhando, dentro das normas, inclusive, o local estava sinalizado com cones e ele usava colete refletivo. “graças a Deus sofri escoriações leves, mas poderia ter sido grave ou até ter perdido a vida”, disse o trabalhador.

Fonte: Detran-RO

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *