Policial Militar reage a assalto e mata bandido em Porto Velho

Policial Militar reage a assalto e mata bandido em Porto Velho

De acordo com informações, Policial estava acompanhando idosa quando de repente, dois assaltantes armados entraram na casa e atacaram a mulher.

Na noite de sábado (24) no bairro Nova Porto Velho, dois assaltantes tentaram assaltar uma idosa de 69 anos em uma casa da Avenida Rio Madeira, em Porto Velho. Um dos assaltantes acabou sendo morto.

Conforme o boletim de ocorrência registrado na Polícia Civil, a idosa tinha acabado de chegar com um amigo, um policial militar de 49 anos, quando dois assaltantes armados entraram na casa e anunciaram o roubo. A dupla exigia a todo instante que a idosa entregasse um provável dinheiro oriundo da venda de gado.

A vítima negou ter o dinheiro e nesse momento os suspeitos levaram a idosa e o policial para um dormitório. A idosa começou a gritar e acabou agredida pelo suspeito identificado como Leonardo Seixas Mendes da Silva, que ainda lhe enforcou.

De acordo com a polícia, os suspeitos agiam com bastante agressividade e chegaram a jogar a moradora no chão.

Um homem que mora no mesmo terreno ouviu os gritos e foi ver o que estava ocorrendo na casa da idosa. Neste momento ele quase foi rendido por um dos suspeitos, mas conseguiu correr e se trancar no apartamento onde reside..

Dentro do quarto da vítima, um dos suspeitos continuava em busca do dinheiro e passou a revistar o policial dentro do cômodo. Armado com uma pistola, o suspeito ameaçou então atirar no policial e o militar conseguiu pegar sua arma de trabalho e efetuou dois disparos contra um dos assaltantes, que caiu no chão (baleado).

O PM então saiu do cômodo para prender o segundo suspeito e este também ameaçou atirar com o revólver que portava. O policial então desferiu um disparo de arma de fogo na direção do 2° suspeito, que empreendeu fuga em um carro modelo Etios.

O SAMU foi acionado para ir até a casa para socorrer o suspeito baleado, mas o bandido de 22 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local.

A perícia criminal constatou que a arma utilizada por Leonardo Seixas Mendes da Silva era um simulacro. O celular e a carteira que estavam no bolso do suspeito morto foram apreendidos.

O segundo suspeito não foi identificado.

Fonte: G1/RO

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *