“À mulher de César não basta ser honesta, tem de parecer honesta”

Dai a Cesar o que é de Cesar e a Deus o que é de Deus

Honesto?

À mulher de Cesar não basta ser honesta. Ela também precisa parecer honesta. Parece que o governador Marcos Rocha não sabe disso, caso contrário seu governo não trabalharia para impedir que o secretário de Estado da Saúde, Fernando Máximo, fosse ouvido nesta semana pela promotora Joice Gushy Mota Azevedo, da Força Tarefa Covid-19.

Roubalheira

A promotora Joice Gushy Mota Azevedo apura a suposta roubalheira que aconteceu em Rondônia envolvendo o uso de dinheiro para combate ao covid-19. A população quer saber se os ladrões de dinheiro público estão dentro da estrutura do governo, mas a equipe do governador parece disposta a embaçar o caso.

Que pague

Difícil entender a razão de a equipe do governador estar blindando Fernando Máximo. Se o secretário participou do roubo, que pague por isso. Se não participou, que conte logo tudo o que sabe ao Ministério Público. Pois o próprio Jesus simplesmente dizia. Dai a César o que é de César e a Deus o que é de Deus. Não pega bem para Marcos Rocha ficar entrando no meio disso. Logo não faltará gente para dizer que ele também pode ter algum envolvimento.

Candidato

É bom lembrar que nos bastidores políticos dizia-se que Fernando Máximo seria o candidato a prefeito de Porto Velho apoiado por Marcos Rocha. Com a roubalheira na Sesau o plano foi abortado e o governador decidiu apoiar o advogado Breno Mendes.

Com quem andas?

Aparentemente Marcos Rocha precisa mudar seu círculo de apoiadores e apoiados. Antes era Fernando Máximo, que deve explicações ao Ministério Público. Agora é Breno Mendes, aquele da ocorrência policial por agressão. E ainda têm os parlamentares investigados pela Polícia que estão juntinhos com o governador.

Desinformada

A candidata a prefeita de Porto Velho vereadora Cristiane Lopes (PP) parece que faz de tudo para que a pecha de “desinformada” lhe cole na testa. Agora ela diz que a deputada federal Jaqueline Cassol (PP), sua madrinha política, repassará recursos de emendas parlamentares para a capital. Jaqueline nunca repassou sequer um centavo ao município. Será que Cristiane sabe disso?

Menos

Seria interessante que Cristiane Lopes empinasse menos o nariz em suas aparições nas redes sociais e na televisão. Isso ajudaria a parecer mais próximo da população. É interessante abrandar o tom da voz. A entonação correta é um excelente meio de parecer mais simpático perante o eleitor.

Preparo

Se Cristiane Lopes tentasse se preparar mais para fazer suas declarações, também melhoraria sua campanha. Tem coisas que ela diz agora, mas deveria ter dito antes. Algumas vezes fica parecendo que não exerceu direito o papel de vereadora. Afinal, era papel dela fiscalizar a prefeitura. O salário do vereador é alto. Ela é muito bem paga para fiscalizar, afinal. Fica parecendo omissão.

Intenção

Prefiro acreditar, até o momento, que Cristiane Lopes é desinformada. Muito melhor do que achar que ela é despreparada ou mal-intencionada. É que, ela fazendo o que faz sendo bem informada, fica parecendo que as intenções não são boas. Fico com o desinformada, então.

Por Edilson Neves

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *