Leilão de bens apreendidos do tráfico bate recorde e chega a R$ 100 milhões

Em 2019, ao longo de todo o ano, o montante foi de 91,7 milhões.

Até agosto deste ano, o valor arrecadado pelo Fundo Nacional Antidrogas nos leilões de bens confiscados do tráfico de drogas já é maior do que o total do ano de 2019. Nos primeiros 8 meses de 2020, o valor acumulado chegou aos R$ 100 milhões. Em 2019, ao longo de todo o ano, o montante foi de 91,7 milhões.

Esse valor, além de representar um significativo prejuízo para os traficantes que perderam seus bens, será usado para financiar 17 projetos da Secretaria Nacional de Políticas de Drogas (Senad), para aparelhar as polícias federal e dos estados, além de programas de combate ao tráfico.

Segundo informações publicadas, parte dos recursos vai financiar 17 projetos da Senad (Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas), para aparelhar as polícias federal e dos Estados, além de programas de combate ao tráfico.

Do total do valor coletado, R$ 62 milhões são de moedas estrangeiras apreendidas em operações de combate ao tráfico e R$ 19,8 milhões de patrimônio apreendido de traficantes.

A expectativa do ministério é chegar a R$ 200 milhões até o final deste ano.

Sem dúvida, um trabalho elogiável, jamais visto na história do nosso país.

Spread the love

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *