União Europeia inicia vacinação com médicos e idosos na 1ª fila

Bélgica e Luxemburgo só vão iniciar aplicações na segunda-feira (28); e a Holanda pretende abrir campanha em 8 de janeiro

Com alguns dos países mais afetados pela pandemia de covid-19, a União Europeia inicia neste domingo (27) a campanha de vacinação na maior parte dos países do bloco.

Ao menos três dos 27 integrantes do grupo preferiram adiar o início das aplicações: Bélgica, Luxemburgo e Holanda.  

Em um continente atingido no momento pela segunda onda da doença e com nações traumatizadas pela pandemia, casos de Itália, Espanha, França e Alemanha, o imunizante desenvolvido pela alemã BioNTech e pela norte-americana Pfizer terá como primeiros da fila profissionais de saúde e idosos.

Uma mulher de 96 años, Araceli, moradora de uma casa de repouso pública em Guadalajara, foi a primeira pessoa da Espanha a ser vacinada contra a covid-19 neste domingo. Depois dela veio Monica, trabalhadora do mesmo estabelecimento.

Na Dinamarca, um senhor de 79 anos teve esse privilégio. Ele vive em um lar de idosos em Odense. Leif Hasselberg recebeu a dose com bom humor. “Espero que funcione”, disse sorrindo ao médico responsável pela injeção.

Cercados de repórteres, cinco idosos inauguraram os trabalhos em Viena, na Áustria, país que desde sábado (26) apertou as regras da quarentena para minimizar o avanço da pandemia.

A primeira dose dada na Universidade de Medicina de Viena foi para uma aposentada de 84 anos, que declarou à emissora pública ORF que só deseja agora “voltar a ver os filhos, netos e bisnetos sem problemas”.

Uma mulher de 26 anos foi a primeira da fila na Romênia.  Apesar de não ter idade para estar no grupo de risco, Mihaela Anghel tem dois bons motivos para ter sido escolhida.

Fonte: R7

Spread the love

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *