Fiocruz consegue permissão para importar 2 milhões de doses da vacina de Oxford

O propósito da instituição é iniciar a produção do imunizante no fim de janeiro e chegar ao patamar de 3,5 milhões de doses por semana até o fim de fevereiro.

Na última quinta-feira (31) a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou que a Fiocruz importe 2 milhões de doses de vacina contra o coronavírus.

A Fiocruz é a responsável, no Brasil, pela produção da vacina AstraZeneca, em parceria com a Universidade de Oxford.

A importação foi autorizada em caráter excepcional, já que o imunizante ainda não teve o uso emergencial aprovado, nem o registro sanitário. O pedido foi embasado em uma antecipação da disponibilização da vacina assim que autorizada pela Anvisa.

Com o uso ainda não liberado, a entrada do produto no Brasil deve seguir rígidas condições estabelecidas pela Anvisa, como a guarda específica pela Fiocruz, até a autorização de uso.

Para isso, a Fiocruz deve garantir as condições de armazenamento e segurança para manutenção da qualidade do produto”, destacou a Anvisa em seu comunicado.

A Fiocruz deve fazer o pedido de uso emergencial da vacina da Universidade de Oxford e da farmacêutica AstraZeneca nesta semana.

Na próxima semana esperamos entrar com essa autorização para uso emergencial, que não é o registro”, disse a presidente da Instituição, Nísia Trindade.

Ela ressaltou que o pedido de uso emergencial se reserva a públicos específicos. Ele será feito paralelamente ao processo de submissão contínua, que tem por objetivo aprovar o uso padrão da vacina, que deve ser feito até 15 de janeiro.

O acordo firmado entre a Fiocruz e a AstraZeneca prevê a entrega de 100 milhões de doses da vacina ao Ministério da Saúde no primeiro semestre de 2021, sendo 30 milhões ainda no primeiro trimestre. O propósito da instituição é iniciar a produção do imunizante no fim de janeiro e chegar ao patamar de 3,5 milhões de doses por semana até o fim de fevereiro.

Fonte: JCO

Spread the love

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *