Estado anuncia previsão de vacina e fala sobre um novo hospital de campanha em RO

O anúncio foi dado pelo Vice-governador Zé Jodan, junto com o secretário de saúde Fernando Máximo.

Cerca de 68 mil vacinas contra a Covid-19 devem chegar em Rondônia neste mês de janeiro, segundo previsão da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau). As doses devem ser enviadas pelo Ministério da Saúde, de acordo com informações passadas em uma entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira (8).

Cerca de 51 mil doses seriam da Sinovac, desenvolvida em parceria com o Butantan, e outras 17 mil doses da AstraZeneca. O Secretário de Saúde Fernando Máximo ainda disse que há a possibilidade de que outras 23 mil doses sejam enviadas em fevereiro.

Caso o envio das doses se concretize, os primeiros a serem imunizados serão profissionais da saúde, idosos acima dos 75 anos e pessoas em asilos ou clínicas psiquiátricas. A distribuição das doses entre os municípios será realizada proporcionalmente à população de cada lugar.

Secretário de Saúde Fernando Máximo — Foto: Thais Gomes/Rede Amazônica
Secretário de Saúde Fernando Máximo

Durante a entrevista, que também teve a participação de Zé Jodan, governador em exercício, também foi falado sobre o estoque de seringas no estado. O Governo informou que Rondônia tem 1,2 milhão de seringas, que foram adquiridas com dinheiro do Estado, e que chegaram nos últimos três meses. E ainda que há um processo licitatório sendo realizado para a compra de mais 1 milhão de seringas.

Hospital de Campanha

O Secretário disse que a prefeitura de Cacoal entrou em contato solicitando um espaço para montar um Hospital de Campanha. Atualmente, o Hospital de Urgência e Emergência da cidade está com 100% dos leitos destinados a pacientes com o novo coronavírus ocupados, e o Hospital Regional está com 96% dos leitos também indisponíveis.

De acordo com Máximo, a instalação de uma unidade de saúde de campanha em Cacoal é válida, mas que antes é necessário que a prefeitura formalize o pedido, para que o Estado possa enviar a demanda para o jurídico e, caso não haja empecilhos, o espaço seja liberado.

Fonte: G1/RO

Spread the love

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *