Representação contra ex-reitor da UFPel já está no Ministério da Justiça (veja o vídeo)

O ex-reitor, visivelmente nervoso, não consegue responde nada

Nesta quarta-feira, 13, o deputado federal, Bibo Nunes, entregou ao ministro da Justiça substituto, Tercio Tokano, uma representação de crime contra Pedro Hallal, ex-reitor da Universidade Federal de Pelotas (UFPEL).

Segundo o deputado, o motivo da representação é o “crime contra a honra do presidente da República, Jair Messias Bolsonaro”.

Sou Deputado Federal, para que a Lei seja respeitada e cumprida, em todos segmentos da sociedade”, afirmou o parlamentar, em suas redes sociais.

Confira:

Imagem em destaque

Nesta quinta-feira, o presidente Jair Bolsonaro compartilhou, em suas redes sociais, um vídeo que mostra Julio Ribeiro, apresentador da Rádio Guaíba, de Porto Alegre, indagando o ex-reitor, Pedro Curi Hallal, sobre sua contaminação por covid-19.

No trecho divulgado, o ex-reitor, visivelmente nervoso, com a pergunta, não consegue responde-la de forma conclusiva.

O senhor foi um dos arautos do ‘fique em casa’. O senhor pegou Covid como?”, questionou o apresentador.

Pedro Hallal respondeu:

Essa informação é de cunho pessoal, não de interesse coletivo, muito menos seu. Muitas pessoas perderam a vida por Covid-19, 200 mil pessoas, infelizmente por uma falta de política de enfrentamento.”

O apresentador, então, vai além:

Não tem como avaliar se o senhor seguiu a política de enfrentamento, porque o senhor foi infectado pela Covid, né?”

Confira:

Fonte: JCO

Spread the love

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *