Covid-19: Ariquemes recebe 740 doses da vacina Coronavac

Espalhar a Notícia
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O MP-RO esteve presente para acompanhar “que as fases da vacinação contra a Covid-19 se concretizem de uma forma transparente e rigorosa, respeitando a ordem pré-definida”.

O município de Ariquemes recebeu as primeiras doses da vacina Coronavac. Cerca de 30 horas depois que o avião com o imunizante pousou em Porto Velho. Ariquemes fica 202 km distante da capital e foi o último Centro Regional a receber a vacina.

Agamenon Campos Souza, de 75 anos. Ele é médico pediatra, exerce a profissão há mais de 30 anos no hospital infantil da cidade.

Durante a cerimônia de entrega das doses, o primeiro ariquemense foi vacinado: Agamenon Campos Souza, de 75 anos. Ele é médico pediatra, exerce a profissão há mais de 30 anos no hospital infantil da cidade e é o profissional mais antigo em atuação no município.

A vacinação começou nesta quinta-feira (21), com os profissionais do Centro de Afecções Respiratórias (CAR), que atuam na linha de frente contra o novo coronavírus.

O Ministério Público Estadual (MP-RO) em Ariquemes, acompanhou todo o procedimento de chegada das doses e vacinação simbólica, pois fiscaliza a execução do plano de vacinação anti-covid no município.

De acordo com o órgão, há denuncias sobre a intenção de algumas pessoas em “furar a fila da vacinação”. Entre essas pessoas estariam ocupantes de cargo ou função pública, familiares de profissionais da saúde e influentes nas áreas política e econômica no município.

O MP, inclusive, abriu um procedimento de fiscalização para “que as fases da vacinação contra a Covid-19 se concretizem de uma forma transparente e rigorosa, respeitando a ordem pré-definida”.

Rondônia foi o último estado brasileiro a receber a vacina contra Covid-19. O voo com 49 mil doses da CoronaVac pousou na Base Aérea em Porto Velho por volta das 9h50 de terça-feira (19).

Das 49 mil doses enviadas ao estado, 18.860 ficaram para o município de Porto Velho.

Nesta primeira fase de vacinação, trabalhadores de Saúde, pessoas com mais de 75 anos, pessoas de 60 anos ou mais institucionalizadas e população indígena acima de 18 anos entraram no grupo prioritário de vacinação.

Fonte: G1/RO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *