Ex-diretor da empresa de Lulinha conta tudo e entrega a “máfia” (veja o vídeo)

Espalhar a Notícia
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Algumas negociatas envolviam também o ex-governador do Rio de Janeiro, Sergio Cabral, atualmente preso, e o prefeito do Rio, Eduardo Paes.

O Jornal da Noite de segunda-feira (25) recebeu o fotógrafo Marco Vitale, ex-diretor da empresa de Lulinha, que revelou todas as falcatruas envolvendo o filho do ex-presidente e ex-presidiário Lula. Para quem queria provas sobre os negócios ilícitos, Vitale reuniu tudo no livro O Sócio do Filho, um relato bombástico, tanto que foi recusado pelas editoras, e acabou sendo editado de forma independente pelo autor.

Com muita coragem e inclusive sofrendo ameaças, Vitale revelou detalhes sobre as ações de Jonas Suassuna, dono do grupo Gol, que se associou com Lulinha e os irmãos Kalil e Fernando Bittar, criando o que o livro define como Quadrilha Gol.

As denúncias de Vitale chegaram à Polícia Federal e deram origem à operação Mapa da Mina, em 2019. De acordo com Vitale, foi pedida a prisão de Lulinha e seus sócios, mas estranhamente, nada acontece, mesmo com milhares de provas sobre mais de R$ 132 milhões roubados, tudo com as bênçãos do ex-presidente Lula. Algumas negociatas envolviam também o ex-governador do Rio de Janeiro, Sergio Cabral, atualmente preso, e o prefeito do Rio, Eduardo Paes.

“Pelo que eu vi, pelas experiências que tive, Lulinha e o ex-presidente Lula articulando crimes, eu acredito que eles deviam ser colocados na cadeia, pelos crimes que cometeram. É incrível que em 2021, depois de tudo que aconteceu, a gente esteja preocupado com a volta deles [ao poder]”, ressaltou Vitale.

Confira:

Fonte: JCO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *