Em Guajará-Mirim, moradores relatam problemas com falta de abastecimento de água

Espalhar a Notícia
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O MP-RO, ajuizou uma ação civil pública com pedido de urgência para a Caerd.

Os moradores de Guajará-Mirim (RO) estão sofrendo com a falta de água há uma semana. Segundo a Companhia de Águas e Esgotos de Rondônia (Caerd), equipes técnicas de Porto Velho estão na cidade, mas até o momento, o vazamento na rede de distribuição ainda não foi encontrado.

Guajará-Mirim tem pouco mais de 47 mil habitantes, e os problemas com o fornecimento de água na cidade são antigos. Desde o dia 20 de janeiro, moradores têm usado as redes sociais para reclamar a falta de água. Veja abaixo:

Desde o dia 20 de janeiro, moradores de Guajará-Mirim têm usado as redes sociais para reclamar a falta de água. — Foto: Reprodução/Facebook
Desde o dia 20 de janeiro, moradores de Guajará-Mirim têm usado as redes sociais para reclamar a falta de água.

Esta semana, o Ministério Público de Rondônia (MP-RO), através da Promotoria de Justiça em Guajará-Mirim, ajuizou uma ação civil pública, com pedido de urgência para a Caerd.

A demanda foi proposta pelos promotores de Justiça Felipe Miguel de Souza e Eider José Mendonça das Neves e foi motivada pelas frequentes interrupções no abastecimento de água pela companhia aos usuários do serviço em Guajará-Mirim.

De acordo com o MP-RO, a situação se torna ainda mais grave diante da calamidade pública causada pela pandemia da Covid-19, já que neste período a higienização pessoal é considerada um dos meios mais eficazes de coibir a propagação do vírus. Na ação, o órgão requereu ainda, em sede de liminar em tutela de urgência, o pronto restabelecimento do serviço regular de abastecimento de água pela Caerd sob pena de imposição de multa.

Já no dia 25 de janeiro, a Caerd emitiu um comunicado informando que o fornecimento de água foi interrompido parcialmente após um “vazamento imperceptível na rede de distribuição”. Enquanto o problema não é resolvido, a companhia pediu aos moradores que façam economia de água. Ainda de acordo com a companhia, equipes técnicas de Porto Velho estão na cidade reforçando as buscas de possíveis vazamentos.

Fonte: G1/RO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *