Barroso diz que voto impresso é “impossível”

Espalhar a Notícia
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
O presidente da Corte, jogou um ‘balde de água fria’ em uma das principais propostas de Bolsonaro

A última segunda-feira (1º), foi marcada por intensa movimentação na Praça dos Três Poderes

Arthur Lira foi eleito presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Pacheco venceu como presidente do Senado. Mesmo que indiretamente, duas vitórias para o presidente Jair Bolsonaro, já que ambos eram os candidatos que ele apoiava.

Porém, parece que outra batalha a ser travada no local não será tão fácil:

No dia do retorno das atividades do Tribunal Superior Eleitoral, após o recesso, Luís Roberto Barroso, presidente da Corte, jogou um ‘balde de água fria’ em uma das principais propostas de Bolsonaro: o voto impresso:

“É impossível, respeitando quem pensa divergente, defender a volta do voto em cédula, que precisa ser contado manualmente, o que gera toda a potencialidade de fraudes”, declarou Barroso durante discurso na sessão realizada na noite de ontem, de acordo com o site do próprio TSE.

Barroso enalteceu a urna eletrônica, chegando a alegar que a digitalização do processo ajuda a evitar fraudes, o que, segundo ele, ocorria antes da implementação do equipamento, em 1996.

“Lembro a todos que a história da República brasileira por muitas décadas foi a das fraudes eleitorais. Foi a eleição em cédula de papel e o lançamento nos mapas eleitorais, a bico de pena, que marcaram o desencontro da República Velha e motivaram movimentos como o tenentismo e a Revolução de 1930”, declarou o ministro, mesmo sem citar qualquer eleição em específico.

Bolsonaro já avisou, em diversas ocasiões, que irá lutar pelo voto impresso, o que significa que haverá uma árdua disputa pela frente.

Já há, inclusive, um projeto de lei de autoria da deputada federal Bia Kicis (PSL-DF), que visa a presença da cédula de votação como complemento validador da urna eletrônica.

Fonte: JCO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *