Hospital Regional de Cacoal realiza mais de 1.300 consultas no primeiro mês de 2021

Espalhar a Notícia
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O HRC contabilizou ainda, no mês de janeiro, 1.455 exames realizados.

Mesmo em período de pandemia o Hospital Regional de Cacoal (HRC), continua prestando atendimentos, realizando consultas, exames e cirurgias de diversas especialidades médicas. No primeiro mês de 2021, foram realizadas 1.305 consultas em especialidades como ortopedia, oncologia, neurologia, mastologia, ginecologia, hematologia, dermatologia, nefrologia e urologia. O HRC contabilizou ainda, entre 1º e 31 de janeiro, 1.455 exames realizados, entre tomografia, radiologia, ressonância, eletrocardiograma, teste ergométrico, ultrassonografia e biopsia.

“O Hospital Regional de Cacoal é uma referencia em saúde para mais de 30 municípios do interior de Rondônia. Atendemos pacientes de diversas regiões do Estado que precisam de um tratamento especializado e, por vezes, de maior complexidade. Mesmo com o foco nesse momento sendo a Covid-19, outros atendimentos não pararam. A prioridade, neste período de pandemia, tem sido em Nefrologia, Ortopedia, emergências e pacientes oncológicos. Apenas em janeiro, foram inúmeras consultas, centenas de exames realizados e mais de 200 cirurgias feitas”, destacou o diretor do Complexo Hospitalar Regional de Cacoal, Jair Rocha.

Conforme pontuou o diretor, em um mês, as equipes do HRC realizaram 208 cirurgias na unidade hospitalar, em especialidades como ortopedia, clínica geral, oncologia, buco-maxilo, dermatologia e outras.

Atualmente, o Hospital Regional de Cacoal conta com 48 leitos destinados aos pacientes em tratamento contra a Covid-19, divididos em quatro unidades distintas. Ao todo, são 28 leitos de Unidade de Terapia Intensiva Adulto(UTI), um leito de UTI Pediátrico, 18 leitos Clínicos Adulto e um leito Clínico Pediátrico.

Em janeiro, 175 pacientes estiveram internados no HRC em tratamento contra a Covid-19. Ao todo, 82 pacientes foram internados em enfermaria e 93 pacientes precisaram de internação nas UTIs.

Fonte: Sesau

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *