Boulos critica decisão de Lula, mas Haddad ignora

Espalhar a Notícia
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Na realidade, o PT quer barrar qualquer possibilidade de crescimento do Boulos

O ex-candidato à prefeitura de São Paulo, pelo PSOL, Guilherme Boulos, utilizou as redes sociais para demonstrar toda a sua frustração pelo ex-presidente e ex-presidiário, Luis Inácio Lula da Silva (PT), ter escolhido Fernando Haddad como candidato do Partido dos Trabalhadores na disputa presidencial de 2022.

Decepcionado com a decisão, Boulos escreveu:

“Defendo que a esquerda busque unidade pra enfrentar Bolsonaro. Para isso, antes de lançar nomes, devemos discutir projeto”, argumentou o coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST).

Reprodução
Reprodução

Haddad não parece se importar com a opinião do psolista e afirmou que a unidade entre os partidos de esquerda deve mesmo ser construída apenas no segundo turno.

“Quem for derrotado vai contar com o apoio para derrotar o bolsonarismo. Não vai ter no primeiro turno condição de fazer com que democratas se entendam sobre todos os assuntos”, disse. Um dos principais pontos de divergência, disse o petista, é a política econômica.

Partidos de esquerda como: PCdoB, PSB, Psol e PDT buscam construir uma frente democrática para concorrer em 2022. No entanto, divergências entre eles já começaram a predominar. Ciro Gomes (PDT) foi um dos que já lançou sua pré-candidatura.

Na realidade, o PT quer barrar qualquer possibilidade de crescimento do Boulos, queridinho de boa parte da mídia.

Fonte: JCO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *