Comissão de Sindicância é criada para apurar irregularidades na vacinação contra covid na capital

Espalhar a Notícia
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A investigação terá 30 dias para apresentar o relatório comprovando casos de “fura-filas” a procuradoria geral do município.

Nesta segunda-feira (08), o novo procurador-geral do município de Porto Velho, Luiz Duarte Freitas Júnior criou a Comissão de Sindicância para apurar denúncia de “fura-filas” na campanha de vacinação contra a Covid-19. Os servidores Hailton Otero Ribeiro, Andréa Mariza Pantoja e Jesivan Oliveira dos Santos foram designados para investigar o caso e terão 30 dias para apresentar relatórios à PGM.

No último mês, a própria Procuradoria afastou um servidor comissionado da UPA Leste que colocou seu nome irregularmente na fila da vacina. Ele não pertenceu a nenhum grupo prioritário. A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) , apurou conduta do diretor administrativo da unidade de pronto atendimento que incluiu o próprio nome na lista para receber a vacina contra a Covid-19 e afastou por 60 dias.

Veja também:

Os órgãos de controle pediram a prefeitura que encaminhasse a lista de todos os vacinados.

Fonte: Rondônia Agora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *