Ator que fez filme polêmico com Xuxa declara: “Pior negócio que fiz na minha vida”

Ator que fez filme polêmico com Xuxa declara: “Pior negócio que fiz na minha vida”

Na época, Marcelo tinha 12 anos e Xuxa tinha 18

Na última terça-feira (10), a apresentadora Antonia Fontenelle recebeu em seu canal no YouTube, ‘Na Lata’, o ex-ator Marcelo Ribeiro.

Marcelo foi o ator que interpretou o menino Hugo, com quem Xuxa Meneghel protagonizou cenas eróticas no filme ‘Amor Estranho Amor’, em 1982. Na época, Marcelo tinha 12 anos e Xuxa tinha 18.

O filme, dirigido por Walter Hugo Khouri, misturou nudez, prostituição e incesto, em uma produção que vem gerando polêmica desde seu lançamento. Por muitos anos, Xuxa brigou na justiça para impedir a exibição da obra, mas em 2018 ela desistiu da batalha.

Marcelo, atualmente com 51 anos, hoje é especialista de Tecnologia da Informação e disse que o fato de ter participado da produção fez com que perdesse diversos trabalhos na área, e por isso acabou desistindo da carreira de ator:

“Preconceito existe. ‘Ah, o garoto que fez tal coisa’. Sempre fui julgado por aquele papel que atuei. Eu não fiz nada. Só atuei. Fiz o filme errado com a pessoa errada e com o tema errado. As pessoas julgam”, lamentou ele.

Segundo ele, o filme acabou com suas chances de seguir uma carreira de ator:

“Eu não poderia ter sido inserido em um negócio pior na minha vida. Meu sonho era ser ator. Eu gostaria de ter feito vários trabalhos e ter seguido a minha vida como ator. É uma profissão digna”, desabafou.

Durante a conversa com Fontenelle, Marcelo ainda mandou um recado para todos os pais, tentando alertar para que evitem que aconteça com seus filhos o que aconteceu com ele:

“Hoje, eu recomendaria pra quem quer que seja: se você tem um filho, se você tem uma filha, tem alguém, que fizeram um convite pra participar de qualquer coisa, de qualquer tipo de movimento, seja ele de cunho sexual, seja ele de qualquer coisa, que o seu filho não tenha o discernimento de dizer se aquilo é bom ou ruim pra ele, não permitam!”

Fonte: JCO

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Faça seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: