Saúde anuncia projeto para vacinar maiores de 50 anos em Manaus

Espalhar a Notícia
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Para desafogar postos de saúde, os locais de votação da última eleição também serão aproveitados para imunizar população

O Ministério da Saúde anunciou nesta segunda-feira (15) um projeto-piloto para vacinar os habitantes com mais de 50 anos de Manaus (AM). A distribuição das doses, segurança dos locais e a montagem dos pontos de vacinação ficarão a cargo do Exército.

Além de postos de saúde, os locais de votação da última eleição também serão usados para acelerar a imunização da população dessa faixa etária específica. A medida também ajuda a desafogar os postos de saúde e, assim, evitar aglomerações.

Além do colapso no sistema de saúde, em janeiro, ocasionado pelo alto número de pacientes internados ou à procura de atendimento por causa da covid-19, o Amazonas também registrou uma variante do coronavírus

A variante brasileira, assim como as descobertas no Reino Unido e na África do Sul, possui alterações genéticas significativas nas proteínas de superfície, que se ligam aos receptores no corpo humano. Por isso, são mais infecciosas. Embora diferentes, elas têm essa semelhança entre si.

Início do programa

Colapso na saúde do AM causou transferência de pacientes com covid-19 para outros Estados
Colapso na saúde do AM causou transferência de pacientes com covid-19 para outros Estados

O projeto-piloto será implementado a partir da próxima segunda-feira (22), quando o Exército começará a operar de forma semelhante ao período eleitoral. Para ser vacinado, basta o morador de Manaus apresentar um documento com foto ou CNS (Cartão Nacional de Saúde). 

O Ministério da Saúde aguarda para a próxima segunda-feira (22) a chegada de novas doses da vacina contra o coronavírus, quando começa a distribuição para os Estados. Com isso, a imunização em Manaus, de maiores de 50 anos, também podem começar na mesma data.

O ministro Eduardo Pazuello defendeu a vacinação em massa da população e prometeu que as doses direcionadas ao Amazonas não vão comprometer distribuição para outros Estados. “Temos que fazer a vacinação em massa e, nesse primeiro momento, vamos vacinar as pessoas a partir de 50 anos de idade. Vamos antecipar as vacinas para o Amazonas, sem tirar nada dos outros estados”, explicou o ministro.

De acordo com o Ministério da Saúde, o Brasil tem, atualmente, 354 milhões de doses de vacinas garantidas para 2021 por meio dos acordos com a Fiocruz (212,4 milhões de doses), Butantan (100 milhões de doses) e Covax Facility (42,5 milhões de doses).

Variante do AM em SP

Nesta segunda-feira (15), por conta do crescimento no número de casos e mortes em decorrência da covid-19, somado à confirmação da presença da variante do coronavírus de Manaus, a prefeitura de Araraquara, interior de São Paulo, decretou lockdown aos 283 mil habitantes do município.

O deslocamento só é permitido para acesso a serviços essenciais ou em caso de necessidade comprovada. Igrejas, templos, clubes recreativos e desportivos estão proibidos de abrir as portas até o fim do mês. O comércio essencial só pode abrir até as 20 horas e atender com o uso de senhas. Postos de combustível fecham a partir das 19 horas. Quem descumprir as regras fica sujeito a multas que variam de R$ 120 a R$ 6.000.

Fonte: R7

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *