Ministra ironiza feministas: “Por que tanto medo?”

Ministra ironiza feministas: “Por que tanto medo?”

.

Damares tem sido acusada, junto com o governo federal, de promover um desmonte das políticas de direitos humanos no país

No último domingo (21), a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), Damares Alves, usou suas redes sociais para responder às críticas que vem recebendo pelas ações que conduz à frente do ministério.

Damares tem sido acusada, junto com o governo federal, de promover um desmonte das políticas de direitos humanos no país, principalmente em razão da portaria nº 457, assinada pela ministra na semana passada, que institui um grupo de trabalho para propor mudanças nas políticas de direitos humanos no país.

O grupo será composto de 14 integrantes, todos da pasta liderada por Damares, o que vem causando acusações de que a ministra está tentando utilizar sua religião como ‘instrumento de dominação’.

Não é de hoje que ela vem sendo atacada nas redes sociais por grupos ativistas e feministas que alegam o uso de suas convicções religiosas nas ações do ministério.

Nesta segunda-feira (22), Damares participará, Junto com o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, da abertura da primeira reunião do ano do Conselho de Direitos Humanos da ONU, com a participação virtual de 130 chefes-de-estado e ministro, além da cúpula da organização. O tempo de discurso destinado ao Brasil é de 8 minutos, e será dividido entre os dois ministros.

Divulgando sua participação na reunião desta segunda, Damares publicou:

“Por que tanto medo da ministra?”.

Para Damares, o motivo da perseguição que vem sofrendo desde que assumiu o ministério é pela consciência de que ‘a fé cristã é a única força que se opõe à dominação marxista’.

“Mas as feministas esquecem que esta nação é cristã. Eu sou ministra na Terra de Santa Cruz! Estão com medo que eu diga a verdade amanhã na ONU? Acham que vou intimidar diante de governantes, reis e rainhas? Não conhecem a força de uma mulher que ora!”, declarou.

Fonte: JCO

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Faça seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: