Segundo levantamento do SUS, mais de 40% dos óbitos por Covid-19 são de pessoas sem comorbidades em RO

Segundo levantamento do SUS, mais de 40% dos óbitos por Covid-19 são de pessoas sem comorbidades em RO

De acordo com a secretaria de saúde do estado, os cardíacos lideram o ranking com 592 mortes em Rondônia, em seguida o de pessoas diabéticas com 488 mortes.

Dados do e-SUS,de 1 de abril de 2020 até 24 de fevereiro de 2021 apontam que cerca de 44,85% das mortes em Rondônia ocasionadas pela Covid-19, são de pessoas sem comorbidade alguma, o que representa 1.250 pessoas relativamente saudáveis que foram a óbito exclusivamente por causa do coronavírus, enquanto 55,15% dos mortos, ou seja 1.537 pessoas apresentavam doenças pré-existentes. 

Mesmo com ações de medidas mais enérgicas quando o assunto é coronavírus, diante das orientações pelo Decreto que determina o Isolamento Social Restritivo os casos de óbitos entre pessoas saudáveis e sem comorbidades crescem significativamente.

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Fernando Máximo, devido a forte crise na saúde em todo o país, nenhum outro Estado recebe pacientes neste momento. “A taxa de ocupação de leitos de UTI está aumentando em todo o país e nós continuamos atendendo muitos pacientes do Amazonas. Precisamos nos conscientizar.”

MORTES COM COMORBIDADES

Entre o índice de mortes de pessoas com comorbidades, os cardíacos lideram o ranking com 592 mortes em Rondônia, em seguida o de pessoas diabéticas com 488 mortes, além de 184 mortes de pessoas que possuíam problemas respiratórios e 273 pessoas que eram acometidas com outras doenças. 

O estrategista de dados da Casa Civil, Caio Nemeth, afirma que o momento é delicado. “O preço da desobediência deste decreto é alto. A população precisa ter a noção de que não é uma legislação que para o vírus, e sim, o comportamento e a conscientização”

Fonte: Sesau

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Faça seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: